Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Árbitros recusam dirigir jogos do Canelas

Logótipo de LusaLusa 05/04/2017 Joana Carvalho
ANTÓNIO COTRIM/LUSA © LUSA / ANTÓNIO COTRIM ANTÓNIO COTRIM/LUSA

Porto, 05 abr (Lusa) – O presidente da Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol (APAF), Luciano Gonçalves, garantiu hoje à agência Lusa que "os árbitros estão indisponíveis para dirigir os jogos do Canelas".

Segundo o dirigente, essa mesma decisão já foi comunicada ao Conselho de Arbitragem e à direção da Associação de Futebol do Porto (AFP).

Conforme explicou Luciano Gonçalves, "a Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol [APAF] ouviu o núcleo de árbitros da AFP e demonstrou-se sensível às suas queixas".

"Depois de os ouvirmos e salvaguardarmos os interesses dos nossos árbitros, viemos transmitir ao Conselho de Arbitragem e à direção da AFP a indisponibilidade dos árbitros dirigirem os encontros da equipa sénior do Canelas 2010", reforçou.

Essa decisão vai manter-se, segundo Luciano Gonçalves, "até que a AFP e os seus organismos consigam reunir as condições necessárias para que esta dispensa seja revogada".

"Para isso, é necessário que sejam tomadas algumas medidas. Até lá ficámos a aguardar desta forma", disse ainda.

Esta atitude vem no seguimento da agressão que aconteceu no passado domingo, no jogo entre o Rio Tinto e o Canelas, no qual um jogador da equipa gaiense, Marco Gonçalves, depois de ter sido expulso por agressão a um jogador do Rio Tinto, partiu o nariz, com uma joelhada, ao árbitro, José Rodrigues.

JYA // NF

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon