Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Évora acolhe mercado urbano com produtos de criativos e artesãos portugueses

Logótipo de O Jogo O Jogo 21/09/2017 Administrator

Moda, joalharia, decoração, cerâmica, arte, 'street food' e artigos 'gourmet' são "ingredientes" do Évora Creative Market, mercado urbano de produtos criativos que vai decorrer na cidade alentejana, na sexta-feira e no sábado, com mais de 50 expositores.

A iniciativa é promovida pela Fundação Eugénio de Almeida (FEA) e vai ter lugar no Páteo de S. Miguel, espaço patrimonial localizado na acrópole da cidade e onde a instituição tem a sua sede.

"É uma iniciativa sem precedentes na atividade da fundação e na própria cidade", realçou hoje à agência Lusa Maria do Céu Ramos, secretária-geral da FEA.

O mercado urbano integra o projeto "Uma pausa para património", promovido pela FEA e que visa criar ações de animação que favoreçam "a fruição dos espaços urbanos e a sua valorização", ao serem apropriados "pela comunidade residente e pelos visitantes de Évora", indicou a fundação.

"O projeto é constituído por um conjunto diversificado de iniciativas, como exposições, animações ou este mercado criativo, com a finalidade de abrir os espaços patrimoniais e históricos da FEA e da cidade a novas vivências, experiências e a uma fruição mais quotidiana", sublinhou Maria do Céu Ramos.

O Páteo de S. Miguel, lembrou, "é o sítio fundador da cidade, onde foi a alcáçova de Évora", e tem acolhido iniciativas culturais, artísticas e sociais. O mercado é "mais uma forma para que a cidade viva os seus locais históricos e renove a sua identidade no mundo contemporâneo", frisou.

Com entradas gratuitas, o Évora Creative Market vai funcionar entre as 17:00 e as 23:00 de sexta-feira e das 12:00 às 23:00 de sábado, envolvendo a participação de "mais de 50 expositores", referiu a secretária-geral da FEA.

"Convidámos todos os criadores e artesãos urbanos da cidade e da região e vamos ter também criativos de outros locais do país", afirmou.

O público vai poder apreciar e comprar os produtos deste leque de expositores, que vão desde o design, moda e joalharia até à decoração, arte, cerâmica e 'gourmet'.

Os artistas e outros empreendedores convidados pela organização vão ainda realizar "apresentações rápidas ao público sobre as suas ideias empreendedoras" e participar em ateliês para mostrarem "o que fazem e como fazem as suas peças", destacou Maria do Céu Ramos.

O Évora Creative Market inclui também dois concertos, gastronomia, 'street food' e vinhos da Adega Cartuxa, da própria FEA.

A "banda sonora" do mercado urbano integra um espetáculo de jazz, pela formação O Quarteto, na sexta-feira, às 19:00, e outro de fado, pela voz de Paulo Bragança, no dia seguinte, às 23:00.

"É uma proposta de dois dias para viver o Páteo de S. Miguel e a cidade de uma maneira que não é habitual. E esperamos que deixe 'sementes' porque temos previsto dar-lhe continuidade para o ano", disse a secretária-geral da FEA, antevendo uma próxima edição do Évora Creative Market.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon