Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Óbito/Manuel Martins: Passos Coelho recorda "a preocupação social" do bispo

Logótipo de O Jogo O Jogo 25/09/2017 Administrator

O líder do PSD, Pedro Passos Coelho, lamentou hoje a morte do bispo emérito de Setúbal Manuel Martins, "uma personalidade marcante da vida nacional" que colocou "a preocupação social em primeira linha".

"Foi uma personalidade marcante da vida nacional", afirmou Pedro Passos Coelho, no final de uma visita à Associação Cultural e Recreativa de Fornelo, freguesia do concelho Fafe (Braga), integrada na campanha para as autárquicas de 01 de outubro.

"D. Manuel Martins foi um alto dignitário da Igreja que teve um papel muito relevante, sobretudo num período muito especial da vida política nacional" e "assumiu, no espaço público, a preocupação social em primeira linha", disse aos jornalistas.

Independentemente de ser "muito recordado por todas as gentes de Setúbal", afirmou Passos Coelho, o bispo foi também "uma referência nacional de alguém que, estando na hierarquia da Igreja, não se dissociou da realidade envolvente, tomou uma voz ativa nas preocupações pela justiça social" em Portugal.

Manuel Martins, bispo de Setúbal entre 1975 e 1998, morreu no domingo, aos 90 anos, tendo sido conhecido por "bispo vermelho", durante a crise dos anos 80, pelas denúncias que fez de situações de pobreza e de fome na região.

Nascido em 20 de janeiro de 1927, em Leça do Balio, Matosinhos, Manuel da Silva Martins estudou no seminário do Porto e, mais tarde, na Universidade Gregoriana, em Roma.

As exéquias do bispo emérito de Setúbal realizam-se na terça-feira, pelas 15:00, no Mosteiro de Leça do Balio, onde a partir de hoje tem lugar o velório, informou a diocese de Setúbal.

A missa de sétimo dia realiza-se no próximo domingo, na Sé de Setúbal, antiga igreja de Santa Maria da Graça.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon