Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Óliver com a herança de André Silva e outras mudanças no FC Porto

Logótipo de O Jogo O Jogo 30/07/2017 Hugo Monteiro

Clube azul e branco apresentou o plantel principal aos sócios este domingo, no Estádio do Dragão. Na numeração oficial, há alguns dados interessantes a destacar.

O FC Porto apresentou este domingo o plantel principal aos sócios e adeptos, no Estádio do Dragão, divulgando a numeração oficial dos jogadores para a época 2017/18.

© Miguel Pereira/Global Imagens

Sem surpresas de última hora, há, no entanto, que salientar algumas mudanças nos dorsais azuis e brancos: Óliver Torrees, que utilizou o 30 em 2016/17, passará a envergar o 10, que na temporada passada pertencia a André Silva, transferido para o Milan a troco de 38 milhões de euros.

Em termos de trocas, Layún passa a utilizar o 19, que era de Diogo Jota, com Ricardo Pereira a apoderar-se do 21. O 11 de Adrián López passou para Marega e o 3 de Sérgio Oliveira para o regressado Martins Indi. O médio português fica com o 27. Diego Reyes, que ainda não tem a permanência no plantel garantida, envergará o 23, que chegou a ser de Kelvin, e Hernâni assume o icónico 7, sem dono na temporada passada.

destaquenaoperca8674076

O 9 volta a ser de Aboubakar, uma vez que Depoitre foi vendido ao Huddersfield, de Inglaterra. Os jovens Diogo Dalot e Rui Pedro foram apresentados, com o 30 e o 33, respetivamente, e o reforço Vaná Alves fica com o número 26.

De referir ainda que Jorge Fernandes e Galeno, que chegaram a integrar o estágio do FC Porto no México, não foram incluídos na apresentação do plantel principal, como era esperado.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon