Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

“Em clássicos é difícil atribuir favoritismos” - Sérgio Conceição

Logótipo de LusaLusa 30/09/2017 Jose Pedro Gomes
MANUEL ARAUJO/LUSA © EPA / MANUEL ARAUJO MANUEL ARAUJO/LUSA

Porto, 30 set (Lusa) - O treinador do FC Porto, Sérgio Conceição, assumiu hoje que é difícil aponta num favorito à vitória na visita ao Sporting, no domingo, no clássico da oitava jornada da I Liga portuguesa de futebol.

Na antevisão ao desafio, o técnico dos ‘dragões' admitiu que quem joga em casa tem sempre uma pequena vantagem, mas espera que o ambiente que vai encontrar no terreno dos ‘leões' sirva de alento para os seus jogadores.

"Em todos os clássicos, e em grandes jogos como este, é difícil atribuir o favoritismo a qualquer uma das equipas. Claro que quem joga em casa tem, teoricamente, um pouco mais de percentagem, porque tem os seus adeptos", afirmou Sérgio Conceição.

O treinador lembrou que "há equipas que acham que jogar fora é um desconforto", mas garantiu que para o FC Porto jogar no terreno do adversário "tem de servir como motivação".

"Não estou a dizer que temos de ser arrogantes, que temos de olhar o adversário de cima para baixo. Temos de respeitar uma grande equipa, com qualidade, e bem orientada. Mas o público, os assobios, e o desafio de provar na casa do inimigo, tem de estar presente e servir de motivação", partilhou.

Num jogo que perspetiva "equilibrado", Sérgio Conceição acredita que seus jogadores "vão entrar desinibidos e cheios de vontade para conseguir os três pontos".

O técnico dos ‘azuis e brancos' vê nos ‘leões’ "uma equipa forte que sabe o que faz com e sem bola", lembrando que "tem um treinador experiente que está incutir no Sporting essa vontade de ganhar, que é extensível aos dirigentes".

Ainda falando de Jorge Jesus, Sérgio Conceição não se inibiu de deixar uma provocação, em tom de brincadeira, ao treinador do Sporting.

"No final do jogo [com o FC Barcelona] ele disse que ia ganhar ao FC Porto, que já estava feito. Estou a pensar se vale a pena irmos a Lisboa e fazermos despesa ao clube, sabendo que o Jorge Jesus já dá como dado adquirido a vitória. Conheço-o e sei que estava a brincar, pois sei como ele é após jogos bem conseguidos", disse o técnico ‘azul e branco’.

Já num discurso assertivo, o treinador do FC Porto reconheceu que uma vitória frente ao Sporting neste desafio daria uma importante vantagem à sua equipa nas contas da I Liga, salvaguardando que o campeonato ainda vai numa fase muito prematura.

"Vencer este clássico seria importante, pois, após a oitava jornada, o Sporting ficaria a cinco pontos e o Benfica ficaria a cinco ou mais, dependentemente do jogo na Madeira [frente ao Marítimo]. No entanto, seria algo que tinha de ter continuidade, porque o campeonato ainda está no início", analisou.

Nesta linha de pensamento, Sérgio Conceição, que como treinador nunca venceu o Sporting, e que desvalorizou essa estatística, enalteceu a ambição do FC Porto em manter a invencibilidade no campeonato.

"Vamos a Alvalade para ganhar os três pontos, mostrando caráter, personalidade, e vontade de continuar no primeiro lugar", assumiu.

O treinador do FC Porto confirmou, ainda, que o médio André André, a contas com uma lesão, não entra nas opções para esta jornada.

FC Porto, líder do campeonato com 21 pontos, e Sporting, segundo com 19, defrontam-se no domingo, a partir das 19:15, no Estádio José Alvalade, em Lisboa, num encontro que vai ser arbitrado por Carlos Xistra, da associação de Castelo Branco.

JPYG/JYA // JP

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon