Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

“Em vontade de vencer ninguém vai bater o FC Porto” - Nuno Espírito Santo

Logótipo de LusaLusa 17/09/2016 Jose Pedro Gomes
JOSÉ COELHO/LUSA © LUSA / JOSÉ COELHO JOSÉ COELHO/LUSA

Porto, 17 set (Lusa) - O treinador do FC Porto, Nuno Espírito Santo, garantiu hoje uma equipa com "vontade de crescer, melhorar a sua produção e vencer" na visita de domingo ao Tondela, da quinta jornada da I Liga portuguesa de futebol.

Na antevisão a esta partida, numa conferência de imprensa assistida por Pinto da Costa, presidente do clube portista, o técnico dos ‘dragões’ antecipou um "jogo difícil" frente a um adversário que ainda não ganhou na presente edição do campeonato, mas deixou um ‘recado’ ao treinador da formação tondelense.

"Entendo que o Petit quererá ganhar o jogo, mas posso garantir-lhe a ele e a todos que em determinação, trabalho e vontade de vencer ninguém vai bater o FC Porto", vincou Nuno Espírito Santo.

Questionado se poderá voltar a apostar num sistema tático com dois pontas de lança [4x4x2], depois de no jogo desta semana, para a Liga dos Campeões, ter recuperado um modelo de 4x3x3, o treinador dos ‘dragões’ disse ainda não ter uma decisão final.

"O FC Porto está preparado para alinhar no sistema e na ideia de jogo que achar que melhor. Ainda temos mais um treino pela frente e vamos tomar a decisão. O que não vai mudar é nossa determinação e ambição de fazer um bom jogo e vencer", sublinhou.

Ainda sobre o compromisso europeu da semana, que redundou num empate caseiro [1-1], frente aos dinamarqueses do FC Copenhaga, o treinador do FC Porto considerou que os pontos negativos desse desafio já foram analisados e corrigidos.

"Em relação ao jogo da ‘Champions’, o resultado devemos esquecer, e já o fizemos, mas com o resto temos de apreender com coisas que nos podem fazer mais fortes. Há aspetos que estão meu a gosto, outros que estão bem mas que podemos melhorar e outros, ainda, que temos de corrigir e transformar erros em rendimento", afirmou.

Nesse desafio da Liga dos Campeões, Nuno Espírito Santo utilizou o avançado argelino Brahimi, numa aposta que, segundo o técnico, será para manter.

"Entrada de Brahimi, foi boa e conto com ele para este jogo com o Tondela. Foi um processo complicado durante o tempo que o mercado não fechou, mas agora já conversamos e ele está a 200 por cento com o clube", garantiu.

Neste mês de setembro, a equipa ‘azul e branca’ tem sido sujeita a uma intensa carga de jogos, mas, apesar da exigência do calendário, o treinador mostrou-se confiante na quantidade e qualidade de soluções que tem no plantel.

"Estamos a jogar num espaço de 72 horas, o que requer uma boa recuperação dos jogadores. Mas temos alternativas e uma enorme determinação, sabendo que qualquer jogador do FC Porto é garantia de compromisso e, como treinador, sinto-me feliz com isso", assegurou Nuno Espírito Santo.

Os ‘dragões’ têm para esta jornada o plantel praticamente na máxima força, não podendo apenas contar com o defesa uruguaio Maxi Pereira, que recupera de lesão.

O FC Porto, quarto classificado, com nove pontos, desloca-se este domingo ao reduto do Tondela, 17.º, com um ponto, numa partida agendada para as 18:00, que terá arbitragem de Hugo Miguel, da Associação de Futebol de Lisboa.

JPYG // NF

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon