Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

“Vamos ter um jogo muito, muito, muito difícil” - Lito Vidigal

Logótipo de LusaLusa 20/10/2016 Cláudia Oliveira
OCTAVIO PASSOS/LUSA © LUSA / OCTAVIO PASSOS OCTAVIO PASSOS/LUSA

Arouca, Aveiro, 20 out (Lusa) - O treinador do Arouca não espera facilidades na deslocação ao Estádio do Dragão, para a oitava jornada da I Liga de futebol, mas acredita que a sua equipa ainda pode ter um campeonato tranquilo.

Na época passada, o Arouca venceu no Dragão por 2-1, com golos do ponta de lança Walter González. Mas este é o único dos seis confrontos entre as equipas em que o Arouca somou pontos. Por isso, Lito Vidigal não se ilude com o passado.

"A época passada faz parte da história. Nem podemos alimentar-nos muito disso. As expectativas são sempre as mesmas. Vamos jogar contra uma equipa forte, um clube forte, uma equipa que aos poucos vai-se tornando equilibrada, vão ganhando confiança e melhorando os seus desempenhos. Vamos ter um jogo muito, muito, muito difícil, mas como sempre nós acreditamos que podemos trazer algo de positivo", afirmou o técnico, na conferência de imprensa de antevisão.

As equipas vivem momentos distintos. O FC Porto é terceiro classificado, com 16 pontos, os mesmos que o segundo classificado [Sporting], e a três pontos do líder Benfica, e vem de uma vitória motivante na Liga dos Campeões, com o Brugge da Bélgica [1-2].

Por seu lado, o Arouca está no último lugar de permanência, 16.º, com os mesmos cinco pontos do Tondela, já em zona de despromoção. A agravar o mau momento, a equipa foi eliminada da Taça de Portugal pelo Real Sport Clube de Massamá [1-0], do Campeonato de Portugal. Perante estes factos, o técnico dos arouquenses não desanima.

"Todos os jogos servem para isso [inverter o mau momento]. É claro que vamos ter dificuldades no Dragão. O Arouca, em tantos anos de história só venceu um vez no Dragão. O que importa para nós é continuar a confiar e saber que a qualquer momento podemos ter uma vitória que nos encaminhe para o que pretendemos, que é fazer um campeonato tranquilo", confia o treinador.

Para voltar aos índices da época passada - "uma época extraordinária" - o treinador quer "fazer subir os níveis de confiança dos jogadores, fazê-los acreditar que são bons e que podem ganhar a qualquer adversário", sabendo que só "as vitórias trarão essa confiança".

Da equipa que na época passada venceu o FC Porto no Estádio do Dragão, apenas Lucas Lima já não está no plantel, sendo que todos os jogadores estão aptos para a jornada. Lito Vidigal não avança com o 11 inicial, mas vai dizendo que serão escolhidos de acordo com a estratégia de jogo.

"É normal que nós, jogando com equipas mais fortes, tenhamos algumas cautelas defensivas. Quando jogamos com equipas que se equivalem a nós, se calhar, reforçamos mais o aspeto ofensivo", contou.

O FC Porto-Arouca joga-se no sábado, às 20:30, no Estádio do Dragão, com a arbitragem de Manuel Mota, da Associação de Futebol de Braga.

CYO/JYA // VR

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon