Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

A difícil missão de segurar Rojo

Sportinveste 06/05/2014 Fonte: Sportinveste Multimédia
A difícil missão de segurar Rojo © Sportinveste Multimédia A difícil missão de segurar Rojo

Relação com fundo em causa. Jardim gosta do argentino, mas salário e obrigação de pagar ao Doyen podem forçar a SAD a negociar.

A cumprir a segunda época de leão ao peito, Marcos Rojo conquistou a confiança de Leonardo Jardim, que veria com bons olhos a continuidade do defesa em 2014/15, mas há outros fatores que podem empurrar o internacional argentino para o mercado de transferências. O Sporting detém apenas 25% dos direitos económicos do atleta, pelos quais pagou um milhão de euros, mas obrigou-se a reforçar a posição adquirindo ao fundo Doyen Sports, detentor dos restantes 75%, mais 25% em cada uma das épocas de contrato, em tranches de um milhão de euros. Agora, devido à não concretização dessas operações, a relação com o fundo deteriorou-se e a SAD encara o Mundial do Brasil como uma boa possibilidade para a solução do problema, até porque o atleta aufere um dos mais elevados vencimentos do plantel. Assim, com a presença quase garantida ao serviço da Argentina, um bom Mundial poderia significar uma acentuada valorização de Rojo, de forma a que o Sporting encontre no mercado de transferências a compensação que pretende.

Na presente campanha, o camisola 5 foi sempre titular e mostrou utilidade no ataque, marcando seis golos.

Fonte: OJOGO

AdChoices
AdChoices

Mais de Sportinveste

image beaconimage beaconimage beacon