Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

A especialidade de Aboubakar: salvar a equipa

Logótipo de O Jogo O Jogo 16/08/2017 Alcides Freire

Avançado foi o portista que mais jogos resolveu desde 2014/15 e só fez uma época a titular. Na outra foi sombra de Jackson

Aboubakar marcou em Tondela: um golo, três pontos para o FC Porto © Tony Dias/Global Imagens Aboubakar marcou em Tondela: um golo, três pontos para o FC Porto

É quando todos parecem estar em dia não que Aboubakar mais gosta de salvar a equipa. O internacional camaronês não é um super-herói, mas a verdade é que já desempenhou várias vezes esse papel no FC Porto. Não há outro jogador que tenha representado o clube desde 2014/15, época em que foi contratado ao Lorient, que tenha feito tantos golos decisivos como o avançado de 25 anos.

O que assinou no encontro com o Tondela, no domingo, foi só o mais recente exemplo desta apetência para resolver jogos difíceis. Antes, Aboubakar já o havia feito por seis ocasiões (Liga, Taças e Liga dos Campeões), mesmo tendo completado apenas uma temporada como titular (2015/16), uma vez que na primeira viveu quase sempre na sombra de Jackson. Mas mesmo nessa, o ponta de lança acabou por resolver tantos encontros como o colombiano (dois), que deixou saudades junto dos adeptos pela frequência com que os fazia saltar da cadeira para festejar. Neste espaço temporal, só Brahimi fez tantos "golos de ouro", embora o argelino tenha sido titular em todas as épocas, com exceção para os primeiros meses de 2016/17.

Convencido por Sérgio Conceição a esquecer a ideia de deixar o FC Porto, Aboubakar espera realizar uma temporada mais tranquila do que a que viveu quando se assumiu como dono e senhor do centro do ataque (teve dois treinadores). O ponta de lança já demonstrou que precisa de estabilidade para apresentar resultados e isso ficou comprovado na última temporada, ao serviço do Besiktas, pelo qual também decidiu sete encontros (Liga, Taças e Liga Europa), depois de ter sido completamente ignorado por Nuno Espírito Santo. A estes pode ainda acrescentar-se outro, mas ao serviço dos Camarões, na final da Taça de África das Nações, que deu o título aos "Leões Indomáveis". Proezas que fazem os portistas sonhar com um regresso em grande de Abou. Os primeiros sinais são prometedores...

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon