Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

"A exibição do Estoril enche o olho, mas não levamos nada no saco"

Logótipo de O Jogo O Jogo 29/04/2017 Alcides Freire

Pedro Emanuel deixou o Estádio da Luz dividido no que sentir depois da derrota por 2-1

A primeira parte: "Antes de mais, faço uma análise muito positiva de um jogo disputado num estádio bonito, com moldura humana, um cenário que queremos para o futebol. A exibição do Estoril enche o olho a qualquer um. A primeira parte teve domínio do Benfica, capaz de criar duas a três oportunidades. Mas nós também tivemos o Kléber isolado."

Pedro Emanuel © Fornecido por O jogo Pedro Emanuel

Nada no saco: "Na segunda parte realizámos 20 minutos difíceis de controlar, críamos e desperdiçámos oportunidades. Não sabíamos que íamos ter tantas oportunidades, mas tivemos por mérito dos jogadores do Estoril que cumpriram à risca com a qualidade individual que possuem e colocada ao serviço da equipa. O resultado é injusto. Viemos, como disse, discutir o resultado, mas sair daqui sem levar nada no saco deixa-me triste. Este é o futebol que defendo, acreditar que podemos ganhar sempre. Estamos de parabéns, mas tristes porque não levamos nada"

Sem felicidade: "Não saímos daqui felizes porque queríamos o objetivo da permanência matematicamente assegurado. Felizes porque fizemos frente ao líder da classificação e tricampeão, que acabou o jogo a perder tempo porque sabia que com mais tempo podíamos conseguir algo mais"

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon