Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

A explicação de Sagan para a cotovelada a Cavendish

Logótipo de O Jogo O Jogo 04/07/2017 Hugo Monteiro

Peter Sagan explica o momento em que toca com o cotovelo em Cavendish e provoca a queda do ciclista britânico. Sagan falou ainda antes de saber que tinha sido expulso do Tour.

© Benoit Tessier/Reuters

Expulso da Volta a França depois de uma cotovelada que provocou a queda de Mark Cavendish, Peter Sagan explicou o sucedido no sprint final da quarta etapa.

"Sim, foi um pouco culpa minha. Queria apanhar a roda do Kristoff. O Mark veio por trás e não vi que me ia passar pela direita. Não tive tempo de ma afastar para o evitar. Ele tocou-me e caiu. Os sprints são assim, mas estou desolado. O Greipel estava enervado contra mim e não sei porquê. Já pedi desculpas, porque quedas assim não são bonitas", afirmou, ainda antes de saber que tinha sido expulso da prova.

Sagan, que venceu a classificação da regularidade nas últimas cinco edições da prova francesa, deu uma cotovelada a Mark Cavendish quando o britânico tentava ultrapassá-lo pelo lado direito, causando a sua queda. O corredor da Dimension Data foi transportado para o hospital, com suspeita de fratura de clavícula, para ser submetido a exames.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon