Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Abandonadas buscas para encontrar oito alpinistas desaparecidos nos Alpes suíços

Logótipo de O Jogo O Jogo 26/08/2017 Administrator

Genebra 26 ago (Lusa) - As buscas para encontrar os oito alpinistas que desapareceram quarta-feira num deslizamento de terras e rochas nos Alpes suíços foram abandonadas, anunciou hoje a polícia suíça.

"Nós fizemos tudo o que era possível para os encontrar", disse o responsável pelos socorros, Andrea Mittner, enquanto Sandra Scianguetta, porta-voz da polícia suíça do Cantão de Grisons (sudoeste), afirmou à agência AFP que "as buscas foram abandonadas".

Os alpinistas - quatro alemães, dois austríacos e dois suíços -, desapareceram em Piz Cengalo, a 3.369 metros de altitude, depois de terem sido apanhados por um deslizamento de terras e rochas que ocorreu na manhã de quarta-feira e atingiu uma velocidade de 250 quilómetros por hora.

O deslizamento de terras e rochas levou tudo à sua frente, como uma avalancha, tendo destruído à sua passagem parte da aldeia de Bondo, perto da fronteira com a Itália.

"Não pudemos encontrar ninguém", lamentou Mittner, citado pelos media suíços.

Cerca de 120 socorristas, polícias, bombeiros e militares ajudados por cães e com equipamento especial para salvamento deram por terminada a operação de buscas dos oito alpinistas desaparecidos.

As autoridades decretaram uma zona de exclusão aérea com um raio de cinco quilómetros para facilitar o trabalho das equipas de buscas.

O acidente aconteceu na quarta-feira às 09:30 locais (08:30 em Lisboa): uma massa de terra e rocha de quatro milhões de metros cúbicos destacou-se da encosta de Piz Cengalo e resvalou em direção ao vale, junto à pequena aldeia de Bondo, provocando a tragédia.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon