Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Abel Ferreira diz que campeonato é uma maratona e que o Braga vai crescer

Logótipo de LusaLusa 23/09/2017 Guilherme Soares
HUGO DELGADO/LUSA © LUSA / HUGO DELGADO HUGO DELGADO/LUSA

Braga, 23 set (Lusa) - O treinador do Sporting de Braga, Abel Ferreira, frisou hoje que a I liga de futebol é uma maratona e que, apesar de ainda não estar como quer, a equipa tem muito por onde crescer.

Os minhotos, que defrontam no domingo o Tondela, na sétima jornada do campeonato, vêm de três bons resultados: vitória na Alemanha, diante do Hoffenheim (2-1), para a Liga Europa, triunfo caseiro no ‘clássico’ minhoto com o Vitória de Guimarães (2-1) e empate na Luz, frente ao Benfica (1-1), para a Taça da Liga.

"Todos os sorteios foram duros. Sabemos da exigência de representar o Braga e os jogadores têm dado uma boa resposta. O processo ainda não está como queremos, os resultados no campeonato não estão como queremos, mas é uma maratona. Queremos subir lugares, andar lá em cima e, para isso, temos de estar sempre alerta e saber sofrer. Estou consciente que esta equipa tem muito por onde crescer e muito por onde aprender", afirmou hoje na conferência de imprensa de antevisão do desafio em Tondela.

Abel Ferreira disse conhecer bem a turma orientada por Pepa, "a intensidade que coloca no jogo e a organização que coloca em campo", esperando, por isso, "grandes dificuldades".

"É uma equipa com grande espírito de grupo, muito bem orientada e, dentro dos recursos que possui, cria muitas dificuldades aos adversários, como aconteceu com FC Porto e Sporting, que percebemos que tiveram dificuldades em criar oportunidades de golo", notou.

Para o técnico, para discutir o resultado, o Sporting de Braga tem de "nivelar os índices de agressividade do Tondela, correr no mínimo tanto como eles e ganhar todos os duelos".

Sobre o regresso de Dyego Sousa, após longo castigo nas competições nacionais, Abel disse ser "mais um recurso ao dispor", e em relação ao Ricardo Ferreira, que fez contra o Benfica o seu primeiro jogo em muitos meses, depois de demorada recuperação de lesão, notou que "foi um trabalho minucioso e progressivo" e que a sua gestão exige "cautela".

"Vai ser útil, foi útil, e, se em condições normais fazemos uma gestão do físico e do rendimento, com o Ricardo temos de ter esse cuidado também. Para ele foi o primeiro jogo, estou satisfeito com o seu compromisso, ele está cá para ajudar, mas temos de gerir bem para a época toda. Não o queremos só para um jogo ou dois", avisou.

Abel Ferreira assegurou ainda que Matheus vai voltar à baliza depois de substituído por André Moreira ante os ‘encarnados’.

"Não correu bem ao Matheus num jogo [Vitória de Guimarães], mas também não me correram bem as substituições. É um erro, é normal, e o Matheus sabe que tem confiança do seu treinador. Ele, o André, o Tiago Sá, confiamos em todos. E as vezes que o Matheus já nos ajudou? Ele erra, eu erro e os meus jogadores erram", defendeu.

Sporting de Braga, sexto classificado, com nove pontos, e Tondela, 15.º, com cinco, defrontam-se no domingo, às 18:00, no estádio João Cardoso, em Tondela, jogo que será arbitrado por Tiago Martins, da Associação de Futebol de Lisboa.

GYS // PA

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon