Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Abel Ferreira quer um Sporting de Braga "intenso" para vencer Ludogorets na Liga Europa

Logótipo de LusaLusa 18/10/2017 Guilherme Soares
/lusa © LUSA / /lusa

Braga, 18 out (Lusa) - Abel Ferreira disse hoje que o Sporting de Braga vai precisar de "muita qualidade e intensidade" para levar de vencida os búlgaros do Ludogorets, na quinta-feira, na terceira jornada do Grupo C da Liga Europa de futebol.

"Vamos precisar de muito músculo, muita qualidade e intensidade, nivelar os índices de agressividade e, se for possível, correr mais e ser mais intensos do que o Ludogorets. Cada duelo que ganharmos será meio golo na baliza do adversário", afirmou o treinador do Sporting de Braga, na conferência de imprensa de antevisão da partida.

Abel Ferreira elogiou a equipa búlgara, atual líder do seu campeonato e que tem dominado o futebol do seu país, com seis títulos nos últimos seis campeonatos.

"É uma equipa extremamente agressiva, não perde há 18 jogos e temos de ser ainda mais intensos, mais dinâmicos e equilibrados. O Ludogorets faz da sua transição ofensiva, dos seus extremos e jogo pelos corredores a sua força, é muito organizada defensivamente e já joga junta há mais de quatro anos", analisou.

Os minhotos são líderes do Grupo C, com seis pontos, e o Ludogortes é segundo, com quatro, pelo que um triunfo na quinta-feira pode ser um passo de ‘gigante' para a passagem à fase seguinte, mas Abel Ferreira é cauteloso e defende que "está tudo em jogo ainda".

"Antes de começar esta competição, fui muito claro no que era o nosso objetivo, que é passar à fase seguinte e queremos fazer 10 pontos o mais rapidamente possível. Temos duas vitórias, mas o que conta é o que vamos fazer amanhã [quinta-feira], cada jogo para nós é uma oportunidade para crescer coletiva e individualmente e vamos lutar até ao último segundo pela vitória", assegurou.

Abel Ferreira lembrou ainda que o Ludogorets empatou em casa do Basaksehir e venceu o Hoffenheim, pelo que "está criado um cenário de dificuldade" para o qual garantiu a preparação do Sporting de Braga.

Dyego Sousa saiu lesionado do jogo da Taça de Portugal, no passado sábado (vitória por 3-2 sobre o São Martinho) e hoje não treinou, pelo que é improvável que seja chamado, mas Abel Ferreira revelou que a equipa ainda vai realizar um treino na quinta-feira de manhã, mostrando alguma esperança na sua recuperação.

O defesa central Ricardo Ferreira considerou que qualquer equipa que esteja na Liga Europa ou numa competição europeia "é sempre uma equipa forte e dinâmica", revelando que o plantel ‘arsenalista' "estudou bem" o Ludogorets.

"Na frente tem um ataque muito móvel, estamos preparados para as suas transições pelos corredores e temos que estar sempre alerta na defesa", avisou.

O jogador, de 24 anos, esteve parado muitos meses devido a uma grave lesão e só regressou aos relvados há cerca de um mês, no Estádio da Luz, diante do Benfica, para a Taça da Liga, jogo em que marcou o golo do empate (1-1).

"Não foi um início fácil para mim, mas sinto-me bastante bem fisicamente e isso é graças às equipas médica e técnica e a todos os que me ajudaram a estar agora nestas condições", afirmou.

Ricardo Ferreira marcou no recinto ‘encarnado’ na sequência de uma bola parada e mostrou vontade de repetir o feito.

"As bolas paradas fazem parte do jogo, todos os jogadores têm a sua importância e, na minha posição, a bola parada é sempre um lance em que posso fazer a diferença. Mas o principal objetivo é o resultado, ficaria feliz se qualquer outro fizesse um golo e garantisse a vitória", admitiu.

Questionado sobre uma eventual chamada à seleção nacional de Portugal, o defesa central, que tem dupla nacionalidade, portuguesa e canadiana, disse que "seria um grande orgulho", mas frisou estar "100% focado em ajudar o Braga".

"A seleção nacional é sempre um objetivo para qualquer jogador, mas não estando bem no Braga não faz sentido pensar nisso. A seleção portuguesa é um espaço para os melhores", disse.

Recentemente, o selecionador canadiano mostrou publicamente vontade em contar com o contributo do jogador e Ricardo Ferreira, que nasceu no Canadá e viveu lá até aos 15 anos, não fechou as portas a uma eventual chamada.

"O que eu posso dizer é que tenho dupla nacionalidade e o selecionador teve toda a legitimidade para fazer essas declarações. Mas estou 100% focado no Braga e, se eventualmente houver uma chamada e tiver que decidir, decido calmamente e a pensar no meu futuro", disse.

Sporting de Braga e Ludogorets defrontam-se na quinta-feira, às 20:05, no Estádio Municipal de Braga, num jogo que vai ser arbitrado pelo italiano Davide Massa.

GYS // JP

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon