Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Acordo em Lisboa prevê partilha internacional de conhecimento sobre oceanos - ministra

Logótipo de O Jogo O Jogo 07/09/2017 Administrator

Países que participam num encontro sobre oceanos que hoje começa em Lisboa vão comprometer-se numa declaração a partilhar os avanços tecnológicos e científicos feitos sobre o mar, indicou à Lusa a ministra da tutela, Ana Paula Vitorino.

Na declaração conjunta, cuja aprovação é esperada na sexta-feira, segundo e último dia do "Oceans Meeting 2017", os países subscritores assumem igualmente o compromisso de que a preservação dos oceanos exige "uma solução global", disse a ministra do Mar, anfitriã da iniciativa promovida pelo Governo.

No primeiro dia do encontro, que este ano se realiza sob o lema da saúde dos oceanos e a saúde humana, serão assinados protocolos de cooperação entre Portugal e outros países lusófonos, do Mediterrâneo e do Atlântico Norte para programas de investigação aplicada, limpeza do mar e de sustentabilidade da pesca.

No "Oceans Meeting 2017" está prevista a presença de 38 ministros e secretários de Estado de 59 países e representantes de nove instituições internacionais, incluindo a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), a Comissão Europeia e a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP).

Para a ministra, "a grande adesão" de participantes "é o reconhecimento do empenho e da liderança que Portugal tem vindo a assumir em matéria do mar".

O encontro, que se desdobra pelo Centro Champalimaud e Mosteiro dos Jerónimos, inclui uma cimeira ministerial, uma conferência internacional com investigadores e sessões de contacto entre empresas para "potenciar parcerias económicas".

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon