Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Acusou dirigentes de serem covardes, CAF responde com processo

Logótipo de O Jogo O Jogo 15/03/2017 Alcides Freire

O porta-voz da CAF, Junior Binyam, escusou-se a adiantar detalhes referentes às acusações imputadas pela CAF a Phillip Chiyangwa,

. © Fornecido por O jogo .

A Confederação Africana de Futebol (CAF) vai avançar com um processo disciplinar contra o líder da filiada do Zimbabué, Phillip Chiyangwa, que acusa os executivos do organismo de covardes por não fazerem frente a Issa Hayatou.

Issa Hayatou, presidente da CAF desde 1988 e candidato a um oitavo mandato que estende o seu 'reinado' de 29 anos, tem sido criticado frequentemente por Phillip Chiyangwa.

A CAF considera que as recentes ações e declarações de Phillip Chiyangwa, tido como um recém-chegado ao futebol africano, "atacam a honra do organismo, bem como do seu presidente [Issa Hayatou] e dos restantes elementos da direção".

O porta-voz da CAF, Junior Binyam, escusou-se a adiantar detalhes referentes às acusações imputadas pela CAF a Phillip Chiyangwa, por considerar que o caso está agora entregue à justiça.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon