Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Adiado julgamento de quatro suspeitos de roubos violentos a padres de Viana

Logótipo de O Jogo O Jogo 20/09/2017 Administrator

O início do julgamento de quatro homens acusados de roubo violento a dois padres do distrito de Viana do Castelo, agendado para hoje, foi adiado porque os arguidos estão detidos noutros países e à ordem de outros processos.

Segundo fonte judicial, "não foi designada nova data para a realização do julgamento" deste caso que envolve cidadãos estrangeiros.

A mesma fonte revelou que "um dos quatros arguidos foi entregue pelas autoridades da Bélgica às italianas para cumprimento de pena e os restantes estão a cumprir pena de prisão na Bélgica".

Em causa estão dois assaltos, em setembro de 2013, realizados de forma idêntica, nas residências paroquiais de Mujães, em Viana do Castelo e de Fontoura, em Valença.

Em ambos os casos, os três assaltantes utilizaram a força, chegando mesmo a agredir os padres, que abandonaram amarrados no interior das residências paróquias.

No caso do padre de Valença, este ficou mesmo amarrado durante várias horas até ser encontrado por vizinhos. Teve de ser assistido no hospital de Viana do Castelo.

Já o assalto, sob ameaça de uma arma de fogo, ao padre de Viana do Castelo terá rendido 5.000 euros, dinheiro que estava guardado no interior da residência paroquial.

Além da grande violência utilizada durante os assaltos, os relatos dos padres atacados, ambos septuagenários, apontavam para um grupo de indivíduos estrangeiros como autores destes roubos.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon