Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Afirmação, um salto e um desafio: o que dizem os reforços de Manuel Machado

Logótipo de O Jogo O Jogo 29/06/2017 Hugo Monteiro

Cinco dos oito reforços oficializados pelo Moreirense integraram esta quinta-feira a sessão de treinos do clube.

Cinco dos oito reforços oficializados pelo Moreirense integraram esta quinta-feira a sessão de treinos do clube da I Liga portuguesa em futebol, manifestando "satisfação" pela oportunidade de jogar e falando em "ambição".

Em declarações aos jornalistas, o mais recente reforço dos minhotos, o defesa central Mohamed (ex-Athletic Tetouan, Marrocos) confessou que pretende "afirmar-se no campeonato português", nesta que é a sua primeira oportunidade na Europa.

Já o defesa Iago Santos, que representava o Dibba Al-Hisn, dos Emirados Árabes Unidos, e regressa a Portugal, onde jogou de 2014 a 2016 na Académica, disse ver o Moreirense como "um salto na carreira". "É um bom clube. Vim para ajudar e tentar fazer um bom trabalho. Espero evoluir e ajudar muito a equipa. O objetivo é fazer um bom campeonato", referiu o atleta brasileiro.

Para Koffi Kouao, a mudança é de alguns quilómetros, pois deixa o Vizela para ingressar no Moreirense, mas esta também é a oportunidade do costa-marfinense se mostrar no principal escalão do futebol português. "É um grande desafio fazer parte de uma equipa da I Liga. É uma nova realidade. Quero estar à altura", afirmou.

Também Bruno Silva, defesa que jogava no Gil Vicente, terá a sua primeira oportunidade na I Liga, tendo-se confessado "feliz" e com vontade de trabalhar para "ser opção", de forma a "ajudar o Moreirense nos seus objetivos".

Por fim, conhecido de Manuel Machado, novo técnico dos minhotos, Jhonder Cadiz, avançado proveniente do Nacional, sintetizou as metas para a próxima época numa frase: "Ter ambição é o mais importante".

No que diz respeito a caras novas, e depois da equipa ter regressado aos trabalhos na segunda-feira, falta chegar a Moreira de Cónegos o defesa Rúben Lima (ex-União da Madeira), o médio Arsénio (ex-CSKA Sofia, Bulgária), bem como o N'sor Kwame (ex-União da Madeira).

Manuel Machado apontou que quer trabalhar com um plantel com 23, 24 ou 25 jogadores.

© Artur Machado/Global Imagens

Os treinos do Moreirense decorrem até ao final da semana no Campo das Oliveiras, em Serzedelo, Guimarães, à porta fechada, indicou fonte do clube, que na última época terminou em 15.º lugar e conquistou de forma histórica a Taça da Liga.

O Moreirense apresenta-se aos sócios a 25 de julho, frente ao União da Madeira.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon