Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Aljustrel será 1.º concelho do sul de Portugal com toda a iluminação pública LED

Logótipo de O Jogo O Jogo 26/10/2017 Administrator

Aljustrel vai ser o primeiro concelho do sul de Portugal a ter toda a iluminação pública com tecnologia LED, num investimento municipal de 665 mil euros, que irá permitir reduzir os custos com energia, foi hoje anunciado.

Num comunicado enviado à agência Lusa, a Câmara de Aljustrel, no distrito de Beja, refere que o investimento vai permitir substituir as luminárias de iluminação pública com tecnologia convencional do concelho por novas com tecnologia LED.

Desta forma, sublinha a autarquia, "Aljustrel vai ser o primeiro município a sul do país a concretizar um plano integral de reconversão de iluminação pública convencional para LED".

A concretização do plano surge cerca de dois anos depois de o município ter lançado um projeto-piloto de substituição de luminárias de iluminação pública com tecnologia convencional por novas com tecnologia LED em vários pontos da vila de Aljustrel.

O presidente da Câmara de Aljustrel, Nelson Brito, explicou à agência Lusa que a substituição das luminárias vai agora ser alargada a todo o concelho, através do plano, que irá permitir melhorar a qualidade e minimizar o impacto ambiental da iluminação pública, elevar os níveis de eficiência energética e reduzir o consumo e os custos de energia.

Através do plano, frisou, o município vai beneficiar, "a médio e longo prazo, de uma redução significativa na fatura mensal de energia" e "reforçar a segurança e o bem-estar dos quase dez mil habitantes do concelho com ruas bem iluminadas a baixo custo".

Segundo o autarca, a Câmara de Aljustrel vai modernizar a iluminação pública do concelho "praticamente a custo zero", porque os custos de operacionalização do plano serão compensados com a poupança na fatura de energia elétrica permitida pelas novas luminárias, que têm um garantia de dez anos e um período de vida útil entre 15 e 20 anos.

O plano, que vai substituir 3.423 luminárias e beneficiar os 9.240 habitantes do concelho, irá permitir reduzir em 71% o consumo energético e em 28 toneladas a emissão de gases com efeito de estuda (CO2) e uma poupança total de 654.441 euros em custos com energia durante oito anos.

O investimento vai ter "uma locação financeira a oito anos", ou seja, através de um contrato, o município irá pagar prestações periódicas pelo uso das luminárias durante aquele período e, no final, poderá comprá-las a um preço residual, explicou Nelson Brito.

Desta forma, o plano terá "risco ´zero` em termos de investimento", já que irá permitir "uma poupança real e o futuro retorno do investimento", sublinhou.

O plano de reconversão da iluminação pública do concelho de Aljustrel vai ser apresentado na sexta-feira, numa cerimónia, a partir das 15:00, nas Oficinas de Formação e Animação Cultural da vila.

Na cerimónia, que deverá contar com a presença do secretário de Estado da Energia, Jorge Seguro Sanches, a Câmara de Aljustrel vai assinar com o grupo ACA o contrato para a operacionalização do plano.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon