Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Andorra-Portugal levanta um problema: "Não há lugar para todos"

Logótipo de O Jogo O Jogo 07/09/2017 Hugo Monteiro

Jogo que a seleção nacional de futebol vai realizar em Andorra daqui a um mês será "uma grande alegria" para a comunidade portuguesa, mas ao mesmo tempo "um problema".

O jogo que a seleção nacional de futebol vai realizar em Andorra daqui a um mês será "uma grande alegria" para a comunidade portuguesa, mas ao mesmo tempo "um problema", porque "não vai haver lugar para todos".

O alerta foi deixado à agência Lusa por David Borges, conselheiro das comunidades portuguesas em Andorra, país onde residem cerca de 11 mil portugueses, segundo dados oficiais, que constituem a segunda maior comunidade estrangeira, a seguir aos espanhóis, e representam 13% da população total. "Isso é um problema. Somos muitos portugueses e o estádio está habilitado para quatro mil lugares. Não vai haver lugar para todos. Vai ser problemático", declarou David Borges. "Mas, é uma grande alegria", acrescentou.

Por outro lado, o membro do Conselho das Comunidades Portuguesas considerou que "era bom que a seleção se preocupasse com a proximidade dos emigrantes, das comunidades que tanto a apoiam".

O jogo Andorra-Portugal de qualificação para o Campeonato do Mundo de 2018, na Rússia, está marcado para 07 de outubro, no Estádio Nacional, em Andorra-a-Velha.

As duas seleções fazem parte do Grupo B, onde Portugal ocupa o segundo lugar, com menos três pontos do que a Suíça, e Andorra está em quinto, apenas à frente da Letónia. Há um ano, Portugal goleou a seleção andorrana por 6-0, em Aveiro.

© TAMAS KOVACS/EPA

Questionado sobre o apoio da comunidade portuguesa à equipa de Andorra, David Borges ressalvou que existe simpatia pela equipa, mas observou que a seleção andorrana "não tem hipóteses" de qualificação.

Em Andorra, país localizado na cordilheira dos Pirenéus, que tem o catalão como língua oficial, há uma divisão entre fãs do Real Madrid de Cristiano Ronaldo e do Barcelona de Lionel Messi, "mas quando está em causa a seleção portuguesa, não há divisão", assegurou.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon