Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

André André e o V. Setúbal: "Em mil jogos como esse não perdíamos nenhum"

Logótipo de O Jogo O Jogo 13/04/2017 Hugo M. Monteiro

Em entrevista ao Porto Canal, o médio do FC Porto deixa promessa para as "seis finais" que os dragões têm pela frente

Empate contra o V. Setúbal: "Estava na bancada e fiquei nervoso. Em mil jogos como esse não perdíamos nenhum. Jogámos bem, criámos muitas oportunidades. Nos minutos finais, com aquela ânsia de querer ganhar, entrámos não em desespero mas em ansiedade. O que era normal porque podíamos passar para a frente. Não passámos aí, mas passamos na próxima".

Tentativas de colar esse resultado a um mau desempenho na Luz: "Começámos a perder, mas depois dominámos o jogo. Fizemos o empate e tivemos oportunidade de o Tiquinho fazer o segundo. A partir daí foi um jogo equilibrado. Empatámos, não ficámos fora, mas queríamos ter ganho".

Sente, como o treinador, que se ganharem os jogos que têm pela frente serão campeões?: "Sinto isso. Sentimos todos isso".

© Ivan Del Val/Global Imagens

O facto de o Benfica nos próximos jogos jogar antes do FC Porto tem alguma influência?: "Acho que não. Entramos nesta reta final e isso não terá influência".

Orgulho para os jogadores saberem que trazem cada vez mais gente aos estádios?: "Claro. É sinal de que estamos em sintonia, tanto os adeptos como a equipa. Sinal também que sentem prazer a ver este FC Porto a jogar e reconhecem a entrega que temos tido. Queremos continuar assim até ao fim".

Plantel é um grupo unido. O que destaca mais?: "Somos uma família, damo-nos todos bem. Sabemos distinguir a brincadeira de quando é para treinar".

O que esperar dos seis últimos jogos?: "Vitórias, seis vitórias. Vamos pensar numa final de cada vez, mas temos de ganhar os jogos todos para sermos campeões. Na nossa cabeça não há uma segunda via".

Como se gere isso estando um ponto atrás?: "Temos de ficar à frente de qualquer maneira. Não vai ser campeão o que jogou mais ou menos, mas todos".

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon