Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

André Silva assume ambição e quer marcar "muitos golos" ao lado de Ronaldo

Logótipo de LusaLusa 05/10/2016
MANUEL LOPEZ/KEYSTONE © EPA / MANUEL LOPEZ MANUEL LOPEZ/KEYSTONE

Oeiras, Lisboa, 05 out (Lusa) - O avançado André Silva afirmou hoje que tem o "sonho" de alcançar na seleção portuguesa o patamar de ex-futebolistas como Pauleta e Nuno Gomes e espera marcar "muitos golos" ao lado de Cristiano Ronaldo.

"É com orgulho. Estou aqui há pouco tempo. Só estar ao pé dele [Cristiano Ronaldo] fico muito feliz e espero marcar muitos golos ao lado dele", afirmou André Silva em conferência de imprensa.

O avançado do FC Porto falava aos jornalistas na Cidade do Futebol, em Oeiras, minutos antes de mais um treino da seleção nacional, que prepara a dupla jornada de qualificação para o Mundial2018 com Andorra e Ilhas Faroé, do Grupo B.

"Tenho esse sonho de chegar ao patamar de jogadores como Pauleta e Nuno Gomes e espero um dia concretizar isso. Se for opção para o treinador, vou dar tudo o que tenho para dar. Portugal tem jogadores de grande qualidade e seja qual for a opção do treinador, os jogadores vão dar resposta", disse o jogador, de 20 anos.

André Silva, que leva seis golos esta temporada em todas as competições pelo FC Porto, garantiu que vai continuar a "trabalhar ao máximo" para, no futuro, voltar a ser chamado pelo selecionador Fernando Santos e revelou que é uma pessoa com "grandes ambições".

"Não há certezas no futebol e tenho que continuar a trabalhar para ser chamado. Considero-me alguém com grandes ambições. Quando alcanço um objetivo, penso em concretizar logo outro. Não me considero titular ou quase titular desta equipa, estou aqui para servir o meu país", referiu.

O avançado, que tem apenas duas internacionalizações e está a viver a sua segunda convocatória na seleção principal, assumiu que Portugal é claro favorito frente a Andorra e Ilhas Faroé, mas está proibido de entrar em "facilitismos".

"O meu trabalho é marcar golos, mas, para a seleção, o mais importante é ganhar. Para muitos, são, à partida, jogos fáceis, mas, por exemplo, a Hungria empatou com as Ilhas Faroé [0-0]. Temos que estar muito atentos e tentar chegar ao golo o mais cedo possível. Qualquer erro que façamos, podemos sofrer um golo e assim será mais difícil", considerou.

Portugal defronta Andorra na próxima sexta-feira, em Aveiro, na segunda jornada do Grupo B. No dia 10 de outubro, os atuais campeões europeus visitam as Ilhas Faroé.

Portugal iniciou a qualificação para a fase final do Campeonato do Mundo de 2018, que se vai realizar na Rússia, com uma derrota frente à Suíça, por 2-0, em Basileia.

LG/MYO // NF

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon