Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Angola/Eleições: Cerca de 30 chefes de Estado e de Governo na posse do novo PR

Logótipo de O Jogo O Jogo 25/09/2017 Administrator

Cerca de 30 chefes de Estado e de Governo são aguardados na terça-feira, em Luanda, para a cerimónia de tomada de posse do novo Presidente de Angola, João Lourenço, disse hoje à Lusa fonte da diplomacia angolana.

A cerimónia, que corresponde também à saída do poder de José Eduardo dos Santos, chefe de Estado angolano desde 1979, vai decorrer no centro da capital, com mais de mil convidados nacionais e estrangeiros.

O chefe de Estado português, Marcelo Rebelo de Sousa, chegou a Luanda cerca das 07:00 de segunda-feira para participar na cerimónia.

Segundo informação disponibilizada hoje pelo Ministério das Relações Exteriores de Angola, são aguardados ainda em Luanda os presidentes da República do Congo, República Democrática do Congo, Namíbia, Zâmbia, Cabo Verde, Guiné-Bissau, São Tomé e Príncipe, Guiné Equatorial, África do Sul, Gana, Ruanda, Uganda, Egipto, Costa do Marfim, Tanzânia, Gabão e Togo.

Embora sem confirmação oficial, são igualmente esperados em Luanda - segundo a lista divulgada hoje - o Presidente da Rússia, Vladimir Putin, a primeira-ministra britânica, Theresa May, e a chanceler alemã, Angela Merkel.

Além de outros chefes de Governo, deverá marcar presença em Luanda o primeiro-ministro da Índia, Narendra Modi, e representantes do executivo brasileiro, moçambicano e timorense.

O ex-presidente da Comissão Europeia Durão Barroso e o ex-líder do partido português CDS-PP Paulo Portas integram igualmente a lista de 53 convidados estrangeiros divulgada pela diplomacia angolana.

De acordo com o programa, a cerimónia, que decorrerá no período da manhã, começa com a leitura da transcrição da declaração da comissão Nacional Eleitoral que proclama João Manuel Gonçalves Lourenço como Presidente da República de Angola eleito e dos seus dados biográficos.

A seguir será igualmente feita a leitura da declaração do início da cerimónia de posse, pelo juiz conselheiro presidente do Tribunal Constitucional, Rui Ferreira, que convida João Lourenço a fazer o juramento constitucional.

Com a mão direita sobre a Constituição da República de Angola, João Lourenço prestará juramento à nação, enquanto o presidente do Tribunal Constitucional procederá à leitura do termo de posse.

No momento seguinte, João Lourenço vai assinar o termo de posse e respetivos termos individuais, ratificado pelo presidente do Tribunal Constitucional.

Ato contínuo, o novo presidente da República desloca-se ao local onde se encontra o Presidente cessante, José Eduardo dos Santos, para este lhe colocar o colar presidencial e acontecer a troca de lugares.

Os mesmos procedimentos serão observados para a investidura do vice-Presidente eleito, Bornito de Sousa.

O programa prevê, após esses atos, discursos de felicitações do presidente do Tribunal Constitucional e do novo chefe de Estado angolano.

A cerimónia termina com o desfile dos três ramos das Forças Armadas Angolanas, seguindo-se a execução do hino nacional e os disparos de 21 salvas de canhão.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon