Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Angola/Eleições: PM são-tomense felicita povo angolano e MPLA pela vitória eleitoral

Logótipo de O Jogo O Jogo 25/08/2017 Administrator

O primeiro-ministro são-tomense felicitou hoje os angolanos e o MPLA pela vitória nas eleições gerais de quarta-feira em Angola, desejando ao futuro Presidente angolano, João Lourenço, "toda a sorte necessária para levar Angola a patamares mais altos".

"Embora não haja resultados definitivos e confirmados pelo Tribunal Constitucional eu penso que os resultados provisórios que foram apresentados pela Comissão Eleitoral Nacional e o nível que se chegou até agora em termos de apuramento, resta-me felicitar, para além do povo angolano, o MLPA por essa vitória", disse Patrice Trovoada.

O chefe do executivo são-tomense, que falava aos jornalistas à margem do lançamento das novas notas e moedas da dobra - moeda são-tomense -, desejou felicidades e "sorte necessária" ao futuro Presidente João Lourenço "para levar Angola a patamares mais altos".

Patrice Trovoada manifestou ainda "todo o reconhecimento" do povo são-tomense a José Eduardo dos Santos "por tudo quanto fez, nomeadamente a São Tomé e Príncipe como parceiro do nosso desenvolvimento e como parceiro ativo na busca sempre do entendimento entre os são-tomenses".

"Ficamos agradecidos e desejamos ao Presidente José Eduardo dos Santos nessa outra parte agora da sua vida, fora da política ativa também o maior sucesso e muita saúde", concluiu Patrice Trovoada.

O MPLA venceu as eleições gerais angolanas com 61,70% dos votos, de acordo com a atualização dos dados provisórios da votação de quarta-feira divulgada hoje pela Comissão Nacional Eleitoral, elegendo João Lourenço como o próximo Presidente da República.

De acordo com os dados avançados pela porta-voz da CNE, Júlia Ferreira, quando estão escrutinados 9.114.386 votos (97,82% do total), o Movimento Popular de Libertação de Angola (MPLA) lidera a contagem nacional, com 4.071.525 votos (61,10%), seguido da União Nacional para a Independência Total de Angola (UNITA), com 1.780.038 votos (26,71%)

Com este resultado, que corresponde a um total de 150 mandatos para o MPLA, o partido no governo em Angola consegue também manter a maioria qualificada (acima dos 147 deputados eleitos), apesar da forte quebra da votação face às eleições gerais de 2012.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon