Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Angola/Eleições: Polícia diz que foi chamada a travar desacatos devido aos resultados

Logótipo de O Jogo O Jogo 26/08/2017 Administrator

A Polícia Nacional de Angola revelou ter travado um grupo de alegados simpatizantes da UNITA que saíram às ruas na província do Moxico, na sexta-feira, "descontentes com os resultados" das eleições gerais e que terão provocado atos de vandalismo.

De acordo com informação daquela força policial, os elementos em causa "muniram-se de armas brancas e outros objetos contundentes, com os quais chegaram mesmo a ameaçar, ferir populares indefesos", além de "causar danos materiais", que a polícia não específica.

"O comportamento indecoroso dos militantes da UNITA, visava, segundo os próprios, demonstrar a sua insatisfação contra os resultados provisórios divulgados pela CNE [Comissão Nacional Eleitoral]", informou a polícia, que diz ter sido chamada a intervir, mas sem avançar se foram feitas detenções.

A situação, de acordo com a mesma informação, levou o comandante provincial do Moxico da Polícia Nacional, comissário Dias do Nascimento, a convocar um encontro com todos os líderes partidários, para abordar a situação.

O presidente da UNITA, Isaías Samakuva, exortou hoje os angolanos a manterem a vigilância no processo de escrutínio em curso - cujos resultados finais só deverão ser divulgados depois de 06 de setembro -, mas também a manterem a "serenidade".

Os últimos dados provisórios divulgados pela CNE, ainda na sexta-feira, referem que o MPLA liderava a contagem, com 61,05% (4.115.302 votos), num universo de votos escrutinados em todo o país de 9.221.963 (98,98%), e uma previsão de 150 deputados (maioria qualificada), seguido da UNITA, com 26,72%, chegando aos 1.800.860 votos.

A UNITA, CASA-CE e PRS já refutaram estes indicadores, garantindo resultados diferentes na contagem de votos paralela que estão a realizar, com base nas atas síntese e atas de operações enviadas pelos delegados às 25.873 mesas de voto nas eleições de 23 de agosto.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon