Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Angolanos do Libolo anunciam saída do treinador português Carlos Vaz Pinto

Logótipo de LusaLusa 29/08/2017 Paulo Julião

Luanda, 29 ago (Lusa) - A direção do clube angolano Recreativo do Libolo anunciou hoje um acordo para a cedência do treinador da equipa principal de futebol, o português Carlos Vaz Pinto, a um outro clube africano, pelos próximos dois anos.

De acordo com informação do Recreativo do Libolo, clube do Cuanza Sul e que se sagrou campeão nacional de futebol nas épocas de 2014 e 2015, o acordo para a cedência do técnico português foi alcançado no domingo.

"Oportunamente, os clubes divulgarão em simultâneo as especificidades deste acordo, tal como o nome do segundo clube envolvido", refere um comunicado do Libolo, sem confirmar o destino do treinador português.

Segundo o documento, “um clube africano mostrou interesse no treinador português e o Libolo não fechou as portas".

A agência Lusa tentou ouvir Carlos Vaz Pinto, que no início desta temporada trocou o Académico do Lobito, também do Girabola angolano, pelo Libolo, mas sem sucesso até ao momento.

O até agora treinador-adjunto do clube do Cuanza Sul, Pedro Caravela, há seis anos no Libolo, e "perfeitamente identificado com a identidade e filosofia do clube", assume agora as funções de treinador principal.

José Sena Goulão/LUSA © LUSA / José Sena Goulão José Sena Goulão/LUSA

Carlos Vaz Pinto deixa o clube a 13 pontos do primeiro lugar, ocupado pelo 1.º de Agosto, campeão em título e que tem mais um jogo disputado, a oito jornadas do fim do Girabola 2017.

PVJ // PFO

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon