Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

António Guterres condena atentados no Afeganistão que causaram 70 mortos

Logótipo de O Jogo O Jogo 21/10/2017 Administrator

O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, condenou hoje os atentados suicidas em duas mesquitas em Cabul e na província de Ghor, que causaram 70 mortos e meia centena de feridos.

Num comunicado, António Guterres, expressou as suas condolências às famílias das vitimas e desejou uma rápida recuperação dos feridos, entendendo a sua solidariedade para como o governo do Afeganistão e a sua população.

"Só esta semana, centenas de cidadãos afegãos fazendo a sua vida normal, o que inclui praticar a sua fé religiosa, foram vítimas de atos brutais de violência", lamento o secretário-geral das Nações Unidas.

António Guterres referiu que espera que os responsáveis sejam levados à justiça e que espera que "termine o ciclo de violência e comece o diálogo".

Os atentados não foram até ao momento reivindicados.

Os atentados em Cabul e Ghor surgem no final de uma semana particularmente mortal no Afeganistão depois de três grandes ataques terem ocorrido na terça-feira e na quinta-feira, contra as forças de segurança.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon