Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

António Salvador: "A paixão pelo clube não se mede com palavras"

Logótipo de O Jogo O Jogo 27/05/2017 Mónica Santos
© Fornecido por O jogo

Candidato da Lista A à presidência do Braga insistiu nas críticas ao adversário, no jantar de encerramento da campanha eleitoral em que tem como adversário António Pedro Peixoto.

Perante mais de 500 adeptos, António Salvador despediu-se, esta sexta-feira, da campanha eleitoral do Braga, com um discurso que, mais uma vez, insistiu na ausência de António Pedro Peixoto, candidato da Lista B, na final da Taça da Liga, no Algarve e no recuo que o adversário representa. "Os sócios sabem que votar na outra candidatura significaria recuar 15 anos, seria um regresso a um passado que ninguém deseja", afirmou o candidato da Lista A.
"Não posso aceitar que coloquem em causa a minha paixão pelo clube, a paixão dos muitos sócios que aqui estão presentes, quando, ainda este ano, muitos de vocês tiveram de se sacrificar para ir duas vezes na mesma semana ao Algarve, para assistir à final four da Taça da Liga, enquanto aquele que apregoa a paixão pelo nosso clube preferiu ficar numa esplanada em Braga. Eu, em 14 anos, nunca faltei a um jogo do nosso clube. Mas, afinal, como é que se mede a paixão? É com atos ou palavras? É com atos!", afirmou António Salvador, numa das passagens do discurso que mais fizeram vibrar a plateia.
O Braga vai a votos este sábado, para escolher entre António Salvador, que preside ao clube há 14 anos, e António Pedro Peixoto.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon