Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

António Salvador sobre castigo de Dyego Sousa: "É surreal"

Logótipo de O Jogo O Jogo 09/06/2017 Alcides Freire

Presidente do Braga garante não entender o recurso do Conselho de Justiça da Federação Portuguesa de Futebol.

António Salvador reagiu esta sexta-feira à "revalidação" do castigo de Dyego Sousa, devido ao recurso interposto pelo Conselho de Justiça (CJ) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), que vai manter o avançado brasileiro afastado da competição até 15 de outubro.

À margem da cerimónia de tomada de posse, o presidente do Braga classificou de "surreal" a tomada de posição do órgão federativo:

© Miguel Pereira/Global Imagens

"Vocês sabem que o Dyego [Sousa] não era nosso jogador, nós avançámos para a contratação dele, queríamo-lo pronto no início da época, mas não percebemos como é que o CJ da Federação vai recorrer de uma decisão que já estava tomada. Isto é surreal, o que a Federação fez é de uma tremenda injustiça", assinalou Salvador.

Recorde-se que Dyego Sousa foi contratado pelo Braga ao Marítimo.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon