Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Arquivo Municipal de Lisboa inaugura exposição de fotografia a partir do acervo

Logótipo de O Jogo O Jogo 27/07/2017 Administrator

O Arquivo Municipal de Lisboa inaugura hoje, ao final da tarde, as exposições "Implosões, construções e demolições", de obras do seu acervo, com curadoria de Sofia Castro, e "Casa Aberta", de Henrique Neves.

Sobre "Implosões, construções e demolições", em nota, o AML afirma que "traz a público uma seleção de obras de diversos autores como Wenceslau CifKa, José Bárcia, Eduardo Portugal, Paulo Catrica, Pedro Letria, entre outros, e abrange diferentes épocas de produção fotográfica e reflexão artística".

"As imagens escolhidas revelam a construção, a demolição e a implosão de edifícios e outras estruturas em Lisboa, fixando momentos irrepetíveis destes processos", afirma o AML, acrescentando que "na sua maioria documentam vários contextos da cidade onde estas ações são evidentes, testemunhando as variadíssimas transformações do espaço público e do património construído da capital".

"Das muitas imagens existentes no acervo fotográfico do AML", a curadora da exposição optou por "apresentar algumas que conduziram a novas formas de viver, aceder, circular e usufruir a cidade, como por exemplo a demolição de um troço do Aqueduto das Águas Livres, a construção da Ponte sobre o Tejo, do Metropolitano ou dos novos estádios e a implosão das chaminés da Fábrica de Gás de Belém".

Por seu lado, "Casa Aberta" de Henrique Neves, é "uma exposição que cria diálogos entre a fotografia, a arquitetura, a decoração e a arte contemporânea, questionando o modo como as diversas práticas e técnicas são vistas e valorizadas".

Henrique Neves apresenta "peças ambíguas e contaminadas que misturam diversas técnicas, referências e materiais, como a costura, a fotografia de arquitetura, o design de interiores, livros, tecidos e estórias pessoais".

Para o AML, esta mostra revela "através dos objetos e das suas relações e dinâmicas, o que permanece em arquivo e é celebrado e, por oposição, o que é excluído e esquecido".

As exposições são inauguradas hoje às 19:00 no AML, na rua da Palma, à Mouraria.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon