Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

As formigas e o joelho feito em dois, por Mónica Mendes, estrela da Seleção Feminina

Logótipo de O Jogo O Jogo 19/07/2017 Rui Trombinhas

Mónica Mendes, central ao serviço da Seleção Nacional, que esta quarta-feira se estreia no Europeu diante de Espanha, partilhou com O JOGO alguns momentos insólitos da sua carreira.

Reforço do Brescia para a próxima temporada, a internacional portuguesa de 24 anos lembrou o momento aflitivo passado nos Estados Unidos da América.

"No Texas, as formigas são gigantes e num treino, o nosso treinador estava um bocado chateado e mandou-nos fazer flexões. Sempre que ele batia palmas, nós fazíamos flexões. Numa das vezes, tive o azar de meter a mão num sítio cheio de formigas e fui atacada. Tinha formigas por todo o corpo e parecia literalmente que me estavam a morder. Então, eu fazia flexões e batia no corpo e o treinador nem percebeu o motivo, porque na altura eu nem falava muito bem inglês. Fiquei mesmo marcada, as formigas eram gordinhas... e demorou a passar. Fiquei cheia de bolhas no corpo e aleijou mesmo."

destaquenaoperca8643554

© Paulo Spranger

Mónica, que gosta de dançar e ouvir música, em particular a latina, passou também por um valente susto quando era mais nova, numa situação que lhe valeu uma cicatriz no joelho.

"Aconteceu quando estava a treinar futsal. Num remate à baliza, a bola bateu no poste ou a guarda-redes defendeu, não me recordo bem e ressaltou para mim. Eu tropecei, bati com o joelho na parede e cortei o joelho ao meio. Tinha 11/12 anos e só se resolveu com uma cosedura a sangue frio. Fiquei com a rótula e ligamentos à mostra. Não foi nada bonito", revela, sem esquecer a importância do pai José Chagas. "Ele é meu treinador no karaté, no futebol, na praia, nos matraquilhos, no ping-pong. Ajuda-me sempre a ser melhor e isso faz-me ter um caráter e uma maneira de estar na vida muito focada nos meus objetivos. É um exemplo", assegura.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon