Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

As palavras que conduziram às expulsões da nona jornada da I Liga

Logótipo de O Jogo O Jogo 25/10/2017 Francisco Sebe

Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol divulgou os relatórios dos árbitros.

O Conselho de Arbitragem (CA) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) divulgou esta quarta-feira os relatórios dos árbitros das partidas referentes à nona jornada da I Liga.

Rui Oliveira, que ajuizou a polémica partida entre Feirense e Rio Ave, que contou com quatro expulsões (de Luís Rocha, jogador dos fogaceiros, Bruno Teles e Marcão, jogadores do Rio Ave, e de Luís Ribeiro, diretor geral dos vila-condenses), revelou os motivos que estiveram na origem da amostragem dos cartões vermelhos, sendo que, no caso do dirigente do clube de Vila do Conde, o problema foi o "comportamento irresponsável" evidenciado.

"Deslocou-se até cerca de dois metros do banco de suplentes da equipa A, insurgindo-se contra os elementos lá presentes, gesticulando e dizendo a gritar 'joguem à bola', originando um conflito", pode ler-se no relatório do árbitro da partida.

© Paulo Jorge Magalhães/Global Imagens

No Tondela-Belenenses, também foram as palavras que estiveram na origem da expulsão de José Luís, diretor geral da SAD dos azuis:

"Foi considerado expulso no final da primeira parte, por motivo de se ter dirigido ao árbitro de forma efusiva, manifestando repetidamente o seu desacordo com as minhas decisões, dizendo: "Agora não viste a agressão? Não é vermelho esta m...?", questionou o dirigente, de acordo com o juiz Gonçalo Martins.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon