Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Assis acredita que o terceiro lugar ainda é possível

Logótipo de O Jogo O Jogo 22/03/2017 Hugo M. Monteiro

Médio lembra que o Braga ainda vai receber o Sporting antes do final do campeonato.

Para Assis, o Braga ainda pode chegar ao terceiro lugar da I Liga, ocupado pelo Sporting, com o médio a lembrar que os minhotos ainda vão receber os leões.

© Octavio Passos/Global Imagens

Neste momento, os bracarenses são quartos classificados, a oito pontos dos sportinguistas, mas o médio brasileiro, que reforçou o Braga em janeiro proveniente do Chaves, diz que os jogadores ainda acreditam na possibilidade de ultrapassar a equipa de Jorge Jesus.

"Sim [acreditamos], nada é impossível, ainda temos o jogo com o Sporting. Vamos continuar a trabalhar, dedicando-nos para que possamos chegar ao campo e sair sempre com os três pontos", afirmou no final de uma visita de uma delegação do clube à Escola Básica de Panoias, em Braga.

Assis recordou que o "momento menos bom" que o Braga atravessou permitiu que o Sporting se distanciasse, mas frisou que "o campeonato ainda não acabou, faltam ainda oito jogos e tudo é possível".

António Salvador classificou esta época como "banal", mas Assis prefere já pensar no ambicioso objetivo que o presidente estabeleceu recentemente, do Braga ser campeão até 2021.

"O Braga está sempre lá em cima, a lutar pelo terceiro, quarto lugar e eu vim para cá porque temos um projeto de nos próximos anos sermos campeões e eu abracei esse projeto e estamos todos juntos, jogadores e equipa técnica, para que possamos alcançar esse objetivo nas próximas épocas", disse.

Disse ainda que as palavras de António Salvador, que esta semana não garantiu a continuidade de Jorge Simão na próxima época, não trazem instabilidade para o grupo.

"Não, ninguém tem cadeira cativa, nós estamos aqui para trabalhar independentemente de quem esteja [no comando] hoje ou amanhã, nós estamos aqui à disposição e para dar o melhor pelo clube", afirmou.

Assis, que considerou benéfica a paragem no campeonato para o grupo "ficar mais por dentro das ideias" do treinador, frisou ainda a importância da vitória na última jornada, no Restelo, diante o Belenenses (2-1), três meses depois do último triunfo fora.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon