Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Associação Mutualista acorda parceria com grupo chinês que exclui banco Montepio

Logótipo de O Jogo O Jogo 22/09/2017 Administrator

A Associação Mutualista Montepio Geral fez hoje um acordo com o grupo chinês CEFC para explorar "benefícios mútuos" em vários negócios a decidir no futuro, mas que não incluirão o banco mutualista, segundo o comunicado de imprensa hoje divulgado.

"Esta cooperação estratégica será implementada através de uma série de acordos e projetos específicos a serem negociados e acordados segundo o critério de cada parte", refere a informaçao à imprensa, escrita em inglês.

O comunicado destaca, contudo, que o acordo "não incluirá, em qualquer caso, participação na Caixa Económica Montepio Geral".

O acordo para a parceria estratégica foi assinado hoje pelo vice-presidente da CEFC, Hongbing Wu, e pelo administrador financeiro da Associação Montepio, Miguel Teixeira Coelho.

A CEFC China Energy é um importante grupo privado chinês, que atua na área da energia e serviços financeiros.

Na Europa, tem sido noticiada a sua apostana República Checa, onde já investiu mais de 800 milhões de euros nos últimos anos, através de participação em numerosas empresas locais. A aquisição mais mediática foi, contudo, a do clube de futebol Slavia Prague.

Já este mês, a Associated Press noticiou que a empresa chinesa tomou uma participação de 14% na petrolífera rússia Rosneft.

A Associação Mutualista Montepio Geral é o topo do Grupo Montepio e tem como principal empresa subsidiária a Caixa Económica Montepio Geral, que desenvolve o negócio bancário.

A abertura do capital do banco Montepio tem sido muito falado, sendo referido que a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa pode vir a ter uma participação, em negociações que têm envolvido o Governo.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon