Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Astana decide alinhar na Liège-Bastogne-Liège, apesar da morte de Scarponi

Logótipo de O Jogo O Jogo 22/04/2017 Alcides Freire

O ciiclista italiano, Michele Scarponi, morreu hoje atropelado por uma carrinha

A equipa Astana decidiu que vai alinhar no domingo na Liège-Bastogne-Liège, apesar do falecimento de Michele Scarponi, o ciclista italiano que morreu hoje atropelado por uma carrinha.

Ausente na apresentação das equipas, que decorreu ao início da tarde, a formação do italiano, de 37 anos, vai estar presente na frente do pelotão na partida para a 'clássica' belga, estando previsto um minuto de aplausos em homenagem a 'Scarpa'.

Já hoje, na apresentação que aconteceu no centro de Liège, foi respeitado um minuto de silêncio em memória do vencedor de Michele Scarponi.

© LUCA ZENNARO

O pelotão internacional tem demonstrado nas redes sociais a comoção pela morte do vencedor do Giro 2011, que era conhecido, mais do que pelos seus resultados, pela simpatia e pelo sorriso constante.

Scarponi morreu hoje, aos 37 anos, na sequência de um atropelamento durante um treino nas imediações de Ancona.

"O nosso corredor Michele Scarponi morreu esta manhã enquanto treinava na sua bicicleta perto da sua casa em Filottrano. Michele foi atingido por uma carrinha num cruzamento", informou a Astana, em comunicado.

O italiano estava a preparar-se para liderar a Astana na edição deste ano do Giro, que começa no próximo dia 05 de maio, na Sardenha, devido à lesão do companheiro e compatriota Fabio Aru.

Na sexta-feira, Scarponi tinha concluído na quarta posição a Volta aos Alpes (antigo Giro de Trentino), depois de ter vencido a primeira etapa da corrida, na segunda-feira.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon