Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Atletismo: as três regras que permitem manter recordes

Logótipo de O Jogo O Jogo 02/05/2017 Alcides Freire

A Associação Europeia de Atletismo (AEA) vai invalidar todos os recordes da Europa que tenham sido obtidos sem respeitar determinadas regras que hoje são obrigatórias. A decisão tem por base os muitos casos de doping que têm vindo a público e que não foram devidamente avaliados na altura em que foram registados.

Num congresso que decorrerá no próximo fim de semana, a AEA terá sobre a mesa um documento elaborado pelo seu órgão máximo, que propõe que, com efeitos retroativos, só sejam consideradas melhores marcas continentais aquelas que cumpram três regras:

© Fornecido por O jogo

1- Tem que ser obtida em competições previamente aprovadas como tendo as mais altas garantias de condições técnicas e de ajuizamento;

2- Que o atleta que a tenha obtido tenha efetuado controlos de doping nos meses anteriores à obtenção da marca

3- Que a amostra do controlo seja armazenado e passível de reanálise num período de 10 anos.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon