Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Audiência da final estimada em 60 milhões em 100 mercados, transmissão com 32 câmaras

Sportinveste 13/05/2014 Fonte: Sportinveste Multimédia

O jogo entre Benfica e Sevilha, da final da Liga Europa, tem uma audiência televisiva média estimada entre 55 e 60 milhões de espetadores, segundo informação prestada pela UEFA.

Para a partida de quarta-feira estão acreditadas um pouco mais de mil representantes de órgãos de informação, entre televisões, rádios, imprensa escrita e fotógrafos, numa transmissão que terá 32 câmaras.

Segundo a UEFA, o jogo, com início marcado para as 20h45 de Turim (19h45 de Lisboa) será transmitido em 100 mercados, podendo chegar aos 175 milhões de "visionamentos", embora a cobertura em termos médios se cinja aos 55/60 milhões.

O Sevilha FC, em que jogam os portugueses Beto e Daniel Carriço, que deverão ser titulares, bem como Diogo Figueiras, terá, no aspeto administrativo, a designação de equipa da casa, enquanto o Benfica será o visitante.

No Juventus Stadium são hoje muitos os voluntários que se desdobram em apoio aos primeiros visitantes, na sua maioria jornalistas, num processo que levou à participação voluntária de 200 pessoas.

O estádio, inaugurado em 2011, como substituto do Dell'Alpi (casa da Juventus), tem uma capacidade para 41.000 lugares, mas apenas 39.000 estarão disponíveis, por razões de segurança.

Cada um dos clubes teve direito a 9.000 bilhetes, estando mais 9.500 destinados a adeptos de todo o lado, mas via UEFA. No jogo os apoiantes "espanhóis" estarão na parte do norte das bancadas e os "encarnados" no lado sul.

O Benfica procura quarta-feira terminar com um jejum de derrotas em finais europeias, sete consecutivas em nove presenças, a última das quais na última época, quando foi derrotada na final da Liga Europa com os ingleses do Chelsea (2-1).

É, portanto, a segunda final europeia seguida das "águias", que venceram nas meias-finais a Juventus (2-1 na Luz e 0-0 no Juventus Stadium), impedindo que a equipa italiana disputasse a final "na sua casa".

AdChoices
AdChoices
image beaconimage beaconimage beacon