Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Ausências no treino do FC Porto indicam cortes no grupo

Logótipo de O Jogo O Jogo 10/07/2017 Hugo Monteiro

Víctor García e Fede Varela já não treinaram na manhã desta segunda-feira.

Víctor García © Fábio Poço/Global Imagens Víctor García

Victor Garcia e Fede Varela já não marcaram presença no treino desta segunda-feira de manhã. Antes, naquilo que foi o resumo da primeira semana de trabalho, os dois foram os que menos jogaram no ensaio com a Académica. Aliás, foram os únicos a não jogar pelo menos 45 minutos, o que já deixava pistas relativamente às opções a tomar nos próximos dias.

Os casos dos dois são bastante diferentes. Se Víctor Garcia for dispensado, o empréstimo será o cenário mais provável, até porque o lateral-direito venezuelano quer ficar mais um ano em Portugal para obter a dupla nacionalidade. Quanto a Fede Varela, pela idade e porque ainda não "esgotou" a validade nos bês, pode manter-se no clube. O argentino até já passou dois anos na equipa secundária, mas o primeiro foi a meio tempo e sem minutos regulares. No segundo jogou quase sempre, mas há margem para que possa ficar. Se for assim, então, mesmo que não conte para Sérgio Conceição, pode manter-se a treinar com a formação principal enquanto alguns dos colegas mais conceituados não chegam.

No jogo de anteontem, com a Académica, a dupla não jogou mais do que 20/25 minutos, já na reta final do desafio. Um excesso de contingente poderia explicar a opção, mas Sérgio Conceição teve apenas 19 jogadores de campo à disposição e podia ter-lhes dado mais tempo, ainda que os dois joguem nas poucas posições para as quais há várias opções. Com eles, são três laterais-direitos e seis médios ao serviço.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon