Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Autárquicas: Álvaro Amaro (PSD) promete centro tecnológico associado à indústria automóvel

Logótipo de O Jogo O Jogo 09/07/2017 Administrator

O social-democrata Álvaro Amaro, que se recandidata ao segundo mandato à presidência da Câmara da Guarda nas eleições de 01 de outubro, disse hoje que sendo reeleito criará um centro tecnológico associado à indústria automóvel.

"A Câmara [Municipal da Guarda] financiará um centro tecnológico ligado à industrial do automóvel", disse hoje Álvaro Amaro na apresentação dos candidatos aos órgãos autárquicos, durante uma sessão realizada na Alameda de Santo André.

Na sua intervenção disse ainda que com o envolvimento das empresas do setor automóvel instaladas no concelho e com a colaboração do Instituto Politécnico, a autarquia criará "um curso ou mais de um curso" que proporcionarão "emprego garantido" para os jovens que o frequentarem.

Ainda no plano empresarial, prometeu para os próximos quatro anos uma Câmara Municipal "ainda mais amiga do investimento".

No setor social, o candidato do PSD anunciou a criação de um Plano Municipal de Apoio às instituições particulares de solidariedade social (IPSS) do concelho.

"Vamos definir um plano de apoio, em acordo com a Segurança Social e com todas as IPSS, porque se nós vamos continuar a modernizar a educação, a modernizar as nossas escolas, a apostar nesse pilar fundamental que é a educação, não podemos esquecer os mais vulneráveis", justificou.

Despoluir os rios Noéme e Diz e construir os Passadiços do Mondego, são outras das ideias do atual autarca da Guarda que também promete requalificar a Praça Velha, junto da Sé Catedral.

Em matéria de acessibilidades, Álvaro Amaro anunciou a intenção de construir a variante que ligará a rotunda dos efes à Via de Cintura Externa e uma nova via que sirva a zona da Sequeira.

O social-democrata disse que quer continuar a ser "o presidente de todos os guardenses", sublinhando que no dia 01 de outubro "a Guarda precisa de uma vitória robusta" e "forte".

"Nos próximos quatro anos confiem em mim e nestes homens e nestas mulheres livres que, nas freguesias, na Assembleia Municipal e na Câmara Municipal, haveremos de assistir a um continuar de um projeto, a um consolidar do trajeto, ao avançar do rumo que traçámos", disse.

Na sessão foram apresentados os elementos das listas concorrentes à Câmara, à Assembleia Municipal e às Juntas de Freguesia do concelho da Guarda.

A independente Cidália Valbom é a cabeça de lista à Assembleia Municipal.

Nas eleições autárquicas de 2013, o atual presidente da Câmara Municipal da Guarda e dos Autarcas Sociais Democratas (ASD), Álvaro Amaro, que concorreu em coligação com o CDS-PP, foi eleito presidente da maior autarquia do distrito da Guarda, por maioria absoluta, com 51,43% dos votos e cinco mandatos autárquicos, ocupando o PS os outros dois lugares do executivo.

O social-democrata conquistou ao PS uma presidência gerida por este partido desde as primeiras eleições autárquicas (1976).

O PS candidata Eduardo Brito, o BE aposta em Jorge Mendes, Carlos Adaixo é o candidato da coligação "Guarda em Primeiro" (CDS-PP, MPT e PPM) e Carlos Canhoto lidera a candidatura da CDU.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon