Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Autárquicas: André Ventura diz que CDS-PP cedeu "à pressão da esquerda"

Logótipo de O Jogo O Jogo 18/07/2017 Administrator

O candidato do PSD e do PPM à Câmara de Loures lamentou hoje que o CDS-PP tenha decidido abandonar a coligação, acusando os democratas-cristãos de cederem "à pressão da esquerda", "aterrorizada" com o seu projeto para o concelho.

"Lamento a saída do CDS-PP de um projeto que eu acho vencedor e no qual as pessoas se reconhecem. Embora esteja no seu direito, acho que é de lamentar", afirmou André Ventura, em declarações à agência Lusa.

O CDS-PP anunciou hoje que vai seguir "um caminho próprio" nas eleições autárquicas em Loures, expressando "profundo incómodo" pela forma como o candidato se referiu recentemente à comunidade cigana. O PSD mantém o apoio ao candidato à Câmara de Loures, lamentando a decisão do CDS-PP, embora respeitando-a.

"É ceder à pressão de alguma esquerda, que está aterrorizada com esta candidatura. Sinto total confiança do meu partido, o PSD, e vou até ao dia 01 de outubro com esta candidatura", acrescentou André Ventura.

A Câmara de Loures, no distrito de Lisboa, é presidida pela CDU.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon