Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Autárquicas: Arruada da CDU em Lisboa prova crescimento de "corrente de apoio"

Logótipo de O Jogo O Jogo 18/09/2017 Administrator

Cerca de meio milhar de apoiantes da CDU (PCP/PEV) participaram hoje numa arruada em Lisboa, com o candidato desta coligação partidária à Câmara da capital, João Ferreira, a destacar o crescimento de "uma corrente de apoio".

"Cresce, alarga-se, intensifica-se uma corrente de apoio à CDU, à medida que avançamos nesta campanha. Uma corrente de apoio e uma corrente de reconhecimento da ação e do projeto distintivos da CDU", afirmou o eurodeputado João Ferreira, que contou com a presença do secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, na tradicional arruada da CDU em tempo de pré-campanha para as eleições autárquicas de 01 de outubro.

A arruada arrancou na Praça Paiva Couceiro ao som de buzinadelas e de troca de insultos entre automobilistas incomodados com o constrangimento no trânsito e apoiantes da CDU.

Com recurso a instrumentos musicais, os ânimos acalmaram e a iniciativa de pré-campanha da candidatura da CDU à presidência da Câmara de Lisboa desceu a rua Morais Soares até à Praça do Chile, com João Ferreira e Jerónimo de Sousa a distribuírem beijos, apertos de mão e folhetos do programa eleitoral.

"A CDU avança com toda a confiança" e "juventude CDU, voto eu e votas tu" foram os principais gritos de apoio das cerca de 500 pessoas presentes na arruada, levantando bandeiras da coligação.

Ao longo do percurso, os comerciantes da rua Morais Soares colocaram-se à porta dos estabelecimentos para ver passar a arruada e receber cumprimentos do candidato da CDU à presidência da Câmara de Lisboa e do secretário-geral do PCP.

De acordo com João Ferreira, a CDU na Câmara de Lisboa teve, nos últimos anos, "uma ação impar em defesa da solução para problemas candentes da cidade que persistiram sem resposta ao longo destes anos", nomeadamente "a entrega da cidade nas mãos do especulador imobiliário".

A discursar para os apoiantes, o candidato da CDU à presidência da Câmara de Lisboa criticou os "dez anos de gestão do PS", lembrando "o desmantelamento de serviços públicos municipais essenciais ao bom funcionamento da cidade".

Neste âmbito, a CDU quer a resolver os problemas que os socialistas na Câmara de Lisboa "não souberam ou não quiseram resolver", disse João Ferreira, lamentando a perda de quatro mil trabalhadores na autarquia.

Nas eleições de 01 de outubro concorrem em Lisboa Assunção Cristas (CDS-PP/MPT/PPM), João Ferreira (CDU), Ricardo Robles (BE), Teresa Leal Coelho (PSD), o atual presidente, Fernando Medina (PS), Inês Sousa Real (PAN), Joana Amaral Dias (Nós, Cidadãos!), Carlos Teixeira (PDR/JPP), António Arruda (PURP), José Pinto-Coelho (PNR), Amândio Madaleno (PTP) e Luís Júdice (PCTP-MRPP).

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon