Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Autárquicas: Aveiro tem de sair "o quanto antes" do Fundo de Apoio Municipal - BE

Logótipo de O Jogo O Jogo 08/08/2017 Administrator

O candidato do Bloco à Câmara de Aveiro, Nelson Peralta, defendeu hoje que a autarquia tem de sair "o quanto antes" do Fundo de Apoio Municipal (FAM), para que os impostos deixem de estar no "máximo".

Durante uma conferência de imprensa, Nelson Peralta disse que a Câmara deve poder sair do FAM sem ter de pagar integralmente o empréstimo de quase 90 milhões de euros, que "é mais penoso para a população", bastando, para tal, "reentrar nos limites de endividamento".

O candidato bloquista deu ainda conta da "coerência" do seu partido, em matéria de impostos municipais, em contraponto com aquilo que diz ser o "eleitoralismo" dos candidatos da coligação PSD/CDS/PPM e do PS, "ao prometerem exatamente o contrário do que fizeram nos últimos quatro anos".

Em causa estão as promessas de Ribau Esteves, atual presidente da Câmara de Aveiro e recandidato pela coligação PSD/CDS/PPM, e Manuel Oliveira de Sousa, candidato do PS, de baixarem os impostos, nomeadamente o Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) antes do fim do FAM.

"É de todo surpreendente, incoerente e não é sério que digam, agora, que a sua primeira prioridade é desfazer aquilo que fizeram há poucos meses, com a aprovação em Aveiro do Programa de Ajustamento Municipal, que prevê os impostos no máximo para os próximos 20 anos", disse o candidato bloquista.

Nelson Peralta diz que se trata apenas de "um jogo de palavras", acusando os dois candidatos de andarem a prometer, em campanha eleitoral, "precisamente o contrário do que fizeram nos últimos quatro anos".

"Tem que se defender as populações no período eleitoral, mas também nos quatro anos que medeiam os períodos eleitorais. Essa é a coerência e confiança que o Bloco de Esquerda pode garantir às pessoas, porque fomos contra o FAM a nível local e implementámos soluções alternativas a nível nacional, para que os aveirenses não paguem impostos no máximo nos próximos 20 anos", disse o candidato do Bloco.

Nelson Peralta aproveitou ainda para anunciar que o seu partido irá voltar a apresentar no Parlamento uma proposta para permitir que câmaras como a de Aveiro possam sair destes "planos de austeridade" sem terem de pagar integralmente os seus empréstimos.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon