Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Autárquicas: BE candidata técnico de arqueologia Romão Ramos à Câmara de Sousel

Logótipo de O Jogo O Jogo 03/08/2017 Administrator

O técnico de arqueologia Romão Ramos vai ser o candidato do Bloco de Esquerda (BE) à Câmara de Sousel, no distrito de Portalegre, liderada pelo PSD, nas eleições autárquicas de 01 de outubro, divulgou hoje o partido.

Maximino Romão Mendes Ramos, de 35 anos, natural do concelho do Porto, mas residente em Torres Novas, é atualmente dirigente e funcionário do BE no distrito de Portalegre e finalista da licenciatura de Arqueologia, na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa.

O candidato participou na fundação do Bloco de Esquerda e integrou as duas primeiras mesas nacionais do partido.

Romão Ramos é também ambientalista e membro da direção do Movimento Ibérico Antinuclear (MIA), além de ter estado envolvido na fundação do Fórum Ambiental Social e Económico.

Esta é a quarta candidatura divulgada, até hoje, à Câmara Municipal de Sousel para as eleições autárquicas deste ano.

O PSD anunciou que a vice-presidente da câmara, Marta Carujo, de 38 anos, vai ser a cabeça de lista do partido ao município, liderado pelo social-democrata Armando Varela, que está a cumprir o terceiro e último mandato consecutivo.

O vice-presidente da Câmara de Elvas, Manuel Valério, de 43 anos, é, por sua vez, o candidato do PS em Sousel, enquanto a CDU avança com a candidatura do professor Fernando Gorgulho, de 62 anos, que é atualmente vereador da oposição no município de Crato.

O executivo municipal de Sousel é constituído por três eleitos do PSD, um do PS e um da CDU.

No distrito de Portalegre, com 15 concelhos, o PSD lidera em seis municípios (Alter do Chão, Arronches, Sousel, Fronteira, Marvão e Castelo de Vide).

O PS possui também seis câmaras (Campo Maior, Elvas, Ponte de Sor, Crato, Nisa e Gavião), a CDU lidera em duas autarquias (Avis e Monforte), ao passo que a Câmara de Portalegre é gerida pelo movimento Candidatura Livre e Independente por Portalegre (CLIP).

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon