Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Autárquicas: BE quer eleger um vereador para câmara de Odivelas

Logótipo de O Jogo O Jogo 16/07/2017 Administrator

O candidato do Bloco de Esquerda a Odivelas, Paulo Sousa, definiu hoje a eleição de um vereador como objetivo do partido nas eleições e acusou o PS transformar o concelho "numa república da opacidade".

"PS e PSD transformaram Odivelas numa república da opacidade, onde imperam as rubricas escondidas nos orçamentos municipais, as Parcerias Público Privadas nos grandes equipamentos, as avenças e os avençados, a privatização dos serviços públicos que retiram a sua gestão da esfera democrática", afirmou Paulo Sousa na apresentação da sua candidatura, em Odivelas, Lisboa, onde esteve a coordenadora do BE, Catarina Martins.

O candidato bloquista, que quer evitar a maioria absoluta do PS na autarquia, identificou ainda cinco problemas no concelho, além da falta de transparência em Odivelas, que rotulou de "'offshore' da democracia".

Os bloquistas pretendem ainda lutar contra a precariedade laboral na câmara municipal, fazer um "combate à nova construção e à construção desenfreada" no concelho.

O quarto problema identificado é a mobilidade e os transportes, e o candidato fez a defesa de mais e melhores transportes e estacionamento.

Por fim, o quinto problema, para o BE, é a qualidade dos serviços, defendendo os bloquistas escolas em condições e serviços de saúde.

O atual executivo de Odivelas, liderado pelo socialista Hugo Martins, é composto por seis eleitos do PS, dois do PSD, também com competências delegadas, e três da CDU.

Para as próximas eleições autárquicas, marcadas para 01 de outubro, o PSD anunciou a candidatura de Fernando Seara (PSD) em Odivelas, a CDU a de Fernando Painho Ferreira, o Juntos Pelo Povo (JPP) a de António Oliveira Dias e o PDR a de Cristina Barradas.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon