Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Autárquicas: BE refere "falta de credibilidade" por "promessas não cumpridas" no Porto

Logótipo de O Jogo O Jogo 26/09/2017 Administrator

O candidato do BE à Câmara do Porto, João Teixeira Lopes, acusou hoje os seus adversários Rui Moreira (independente) e Manuel Pizarro (PS) de "falta de credibilidade" devido a "promessas não cumpridas" na criação de espaços verdes de proximidade.

"Estamos muito aquém de uma política de espaços verdes de proximidade onde pessoas possam passear, onde a qualidade de vida seja algo quotidiano. A cidade está carente de áreas verdes e precisamos de chegar, pelo menos, aos 20 metros quadrados por habitante", defendeu João Teixeira Lopes, numa visita à Foz, ao campo da Ervilha, uma área "completamente abandonada" que devia ser uma "zona verde".

Para o bloquista, isto mostra "a falta de credibilidade dos candidatos que não cumprem promessas", já que aquela área é "apenas um exemplo" de "promessas não concretizadas" por parte de Rui Moreira e Manuel Pizarro, respetivamente o atual presidente da Câmara, que se recandidata, e o cabeça de lista do PS, que até maio manteve um acordo pós-eleitoral com o independente.

"Este é um exemplo de como a política se descredibiliza quando essas promessas não são cumpridas", frisou.

De acordo com o candidato, "o parque da Ervilha é um exemplo entre outros", já que o atual Plano Diretor Municipal (PDM) coloca como "prioridade o Parque da Bouça, na Lapa, e um parque na Asprela".

Teixeira Lopes observou ainda que o candidato do PS "confirmou" na segunda-feira que o projeto socialista de habitação para a classe média visa "construir no parque da Bouça".

"Isto não faz sentido. A Câmara tem terrenos mais do que suficientes para construir. Não podemos utilizar terrenos previstos para espaço verdes de proximidade para construção de habitação", afirmou.

"Precisamos de chegar, pelo menos, aos 20 metros quadrados de espaço verde por habitante. O Plano Diretor Municipal propõe que passemos de sete para 14 metros quadrados, mas a média europeia anda nos 30/40 metros quadrados de espaço verde por habitante", observou.

Para o candidato do BE, a atual situação relativamente aos espaços verdes "reflete, também, o pouco interesse que esta câmara dedicou às questões do ambiente.

Teixeira Lopes assinalou ainda o "défice de árvores" da cidade, prometendo que, "sendo eleito vereador" se vai "bater para que 2.500 árvores sejam plantadas todos os anos" no concelho.

São candidatos à Câmara do Porto o independente apoiado pelo CDS-PP e MPT e atual presidente, Rui Moreira, o socialista Manuel Pizarro, Álvaro Almeida, pela coligação PSD/PPM, Ilda Figueiredo, da CDU, João Teixeira Lopes, do BE, Bebiana Cunha, do PAN, Costa Pereira, do PTP, Sandra Martins, do PNR, e Orlando Cruz, do PPV/CDC.

As eleições autárquicas realizam-se a 01 de outubro.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon