Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Autárquicas: Candidata do Livre a Oeiras contra ameaças na serra de Carnaxide

Logótipo de O Jogo O Jogo 19/09/2017 Administrator

A candidata do Livre à Câmara de Oeiras foi hoje alertada para a "crescente ameaça" urbanística na serra de Carnaxide, na fronteira com a Amadora, numa deslocação com cidadãos e especialistas ao local. "Fomos acompanhados por alguns especialistas, que nos mostraram a delapidação da serra e nos alertaram para a crescente ameaça que a serra está a sofrer às mãos de interesses económicos privados", explicou Safaa Dib. A candidata, que falava após visitar ...

A candidata do Livre à Câmara de Oeiras foi hoje alertada para a "crescente ameaça" urbanística na serra de Carnaxide, na fronteira com a Amadora, numa deslocação com cidadãos e especialistas ao local.

"Fomos acompanhados por alguns especialistas, que nos mostraram a delapidação da serra e nos alertaram para a crescente ameaça que a serra está a sofrer às mãos de interesses económicos privados", explicou Safaa Dib.

A candidata, que falava após visitar a serra com o candidato à assembleia municipal de Oeiras, Tomás Pereira, defendeu a aposta na reabilitação urbana e explicou que o partido vai procurar envolver os cidadãos.

"Estamos a falar de uma faixa que vai desde o [rio] Jamor até à serra de Carnaxide e para toda esta faixa há um projeto urbanístico que está planeado", salientou Safaa Dib, apontando os projetos Porto Cruz, Alto da Boa Viagem e 'Skycity', na serra de Carnaxide, apanhando já o vizinho município da Amadora.

O projeto Skycity prevê a construção de 37 moradias isoladas, 62 em banda e 255 apartamentos.

Projetos que, na opinião da candidata de origem libanesa, juntamente com outros de menor dimensão, "vão destruir toda a natureza, todo o espaço verde, todo o pulmão verde do concelho".

"Para quê construir mais quando podemos reabilitar? Portanto, mais uma vez, privilegia-se o crescimento massivo em detrimento da reabilitação do centro urbano. Esse sim é que deve ser privilegiado pelo executivo camarário", advogou.

A acompanhar a visita, o antigo presidente da Liga para a Proteção da Natureza Eugénio Sequeira lamentou a destruição de solos férteis perante o agravamento das alterações climáticas, afirmando que "vamos pagar muito caro".

"[Com] a falta de água, as cheias, uns solos tão bons selados [com cimento], como é que Portugal faz uma coisa destas?", questionou.

Para o dirigente do Livre, Rui Tavares, existe "o risco de voltar aos velhos vícios da política e da banca e do imobiliário em Portugal, aos vícios pré-crise, com tudo o que isso tem de errado, a insistência num tipo de urbanização que é insustentável do ponto de vista ambiental".

Nas eleições de 01 de outubro são candidatos à Câmara de Oeiras Paulo Vistas (Independentes, Oeiras Mais À Frente), Isaltino Morais (Inovar Oeiras de Volta), Sónia Gonçalves (Renascer Oeiras 2017), Joaquim Raposo (PS), Ângelo Pereira (PSD/CDS-PP/PPM), Heloísa Apolónia (CDU), Miguel Pinto (BE), Pedro Torres (PAN), Safaa Dib (Livre), Isabel Sande e Castro (Nós, Cidadãos!), Pedro Perestrello (PNR), André Madaleno (PTP) e Alda Gameiro (PCTP/MRPP).

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon