Ao utilizar este serviço e o conteúdo relacionado, concorda com a utilização de cookies para análise, anúncios e conteúdos personalizados.
Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Autárquicas: Candidato da CDU à Câmara de Matosinhos quer regresso do elétrico

Logótipo de O Jogo O Jogo 27/07/2017 Administrator

O candidato da CDU à Câmara de Matosinhos, José Pedro Rodrigues, quer o regresso do elétrico ao concelho o "mais rápido possível", para servir como alternativa de transporte e para revitalizar o centro da cidade.

Na inauguração simbólica da paragem do elétrico, na Marginal de Matosinhos, José Pedro Rodrigues, acompanhado do candidato à presidência da Assembleia Municipal, José Avelino, e do mandatário da CDU, Valdemar Madureira, referiu que o fim da linha do elétrico causou "sérios prejuízos".

"A saída do elétrico da baixa de Matosinhos e o desaparecimento desta linha à zona ribeirinha do Porto foi o mote para o início do fim da importância comercial de Matosinhos e um prejuízo evidente para a população", disse.

O comunista considerou que o regresso do elétrico seria uma "mais-valia" para o pequeno comércio, para o mercado e para a restauração.

Por ano, lembrou, cerca de 400 mil pessoas apanham o elétrico na Praça do Infante e viajam até ao Passeio Alegre, no Porto, sendo a sua maioria turistas.

José Pedro Rodrigues, que assume o pelouro dos Transportes e da Mobilidade, afirmou não querer um elétrico só para turistas, mas reconhece que este meio de transporte seria uma "ótima" forma de os atrair até Matosinhos e de os levar até ao Porto, nomeadamente àqueles que veem pelo Terminal de Cruzeiros, em Leixões.

"Por ano, chegam ao terminal cerca de 90 mil turistas. Nesta linha de elétrico andam quatro vezes mais turistas, portanto, as contas para a economia do concelho não são difíceis de fazer", entendeu.

O candidato às eleições autárquicas de 01 de outubro quer um elétrico integrado na rede de transporte público, servindo como alternativa de ligação entre Porto e Matosinhos.

Na sua opinião, este tipo de transporte devolveria "vida" ao centro de Matosinhos que tem "grandes potencialidades", sendo ainda uma forma de o revitalizar.

O candidato da CDU revelou que, durante este seu mandato, foram encetadas conversações com a Sociedade de Transportes Coletivos do Porto (STCP) no sentido de reativar esta linha, tendo ainda sido requalificada toda a via do elétrico na rotunda junto à Marginal de Matosinhos.

"Isto é um sinal de que Matosinhos quer e protege todas as suas características e tem vontade no regresso do elétrico", sustentou.

José Pedro Rodrigues frisou que, depois de uma série de requalificações de ruas e avenidas, o elétrico é um elemento complementar.

Temos a linha preparada para receber o transporte, vincou, sublinhando que não há custos que não sejam "rapidamente" cobertos pela receita.

A linha de Matosinhos, com cerca de um quilómetro, foi desativada a 11 de setembro de 1993.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon