Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Autárquicas: Candidato da CDU em Coimbra quer criar conselho municipal de cultura

Logótipo de O Jogo O Jogo 22/09/2017 Administrator

O candidato à Câmara de Coimbra pela CDU, Francisco Queirós, defendeu hoje a criação de um conselho municipal de arte e cultura em que tenham assento os diferentes agentes culturais da cidade.

"Manuel Machado [atual presidente da câmara eleito pelo PS] olha para os agentes culturais como se fossem inimigos de um seu eventual projeto cultural, que não sabemos qual é", criticou Francisco Queirós, sublinhando a necessidade de a cidade ter uma "política cultural", que, de momento, "não existe".

Para isso, o candidato comunista propõe - como propôs em 2013 - a criação de "um conselho municipal de arte e cultura, onde tenham assento os diferentes agentes culturais", para que possa haver uma inter-relação dos "vários equipamentos" da cidade.

"Consideramos que não há uma política cultural clara. A câmara vive de costas completamente voltadas para os agentes culturais da nossa cidade", afirmou Francisco Queirós, que falava à agência Lusa numa ação de campanha junto ao Convento São Francisco, espaço cultural que abriu em 2016 e que teve um investimento de 42 milhões de euros.

Segundo o cabeça de lista da CDU à Câmara de Coimbra, este equipamento é "fundamental para a cidade, para o concelho e para a região e precisa de ter, de uma vez por todas, um modelo de gestão".

Nesse sentido, a CDU defende que o Convento São Francisco deve ter uma "gestão pública municipal", considerando que a criação de uma empresa municipal "é uma solução", mas será necessária uma alteração à legislação, face às limitações existentes deste tipo de estrutura.

Este equipamento "não pode espezinhar" os restantes espaços culturais da cidade, sendo importante "envolver os agentes culturais" no espaço, vincou, referindo ainda que é contra a ideia de um concurso público internacional para a escolha do diretor do Convento São Francisco.

"Não me parece que seja o caminho", acrescentou.

Na área da cultura, a CDU quer também criar "estruturas de apoio à produção de materiais na área do teatro" e promover a ida de crianças, jovens e adultos até ao teatro.

Nas eleições autárquicas de 01 de outubro, são candidatos à Câmara de Coimbra o atual presidente da Câmara, Manuel Machado (PS), Francisco Queirós (CDU), Jorge Gouveia Monteiro (Cidadãos por Coimbra), Vítor Ramalho (PNR), Jaime Ramos (PSD/CDS-PP/PPM/MPT), José Manuel Silva (Somos Coimbra) e Vítor Marques (PAN).

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon