Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Autárquicas: Candidato do BE defende Plano Municipal de Cultura para a Guarda

Logótipo de O Jogo O Jogo 22/09/2017 Administrator

O candidato do Bloco de Esquerda (BE) à presidência da Câmara da Guarda nas eleições de 01 de outubro defendeu hoje a criação de um Plano Municipal de Cultura e de um Arquivo Fotográfico da Guarda.

Jorge Mendes, que hoje visitou o Centro Cultural da Guarda, disse à agência Lusa que propõe um Plano Municipal de Cultura para "quatro anos" que "integre todas as atividades culturais do concelho" e que envolva as diversas associações que existem.

"Uma das coisas que nós [BE] criticamos nestes quatro anos é precisamente o 'show off' dos grandes eventos/festas (...) e que pouco ou nada têm a ver com as associações locais", justificou.

Segundo o candidato do BE, "não basta trazer a Banda [de Famalicão da Serra, a única do concelho da Guarda] para uma Feira Farta, ou dizer ao Rancho [Folclórico da Guarda, que pertence ao Centro Cultural] para ir à atuação a, b, c ou d. É exatamente o contrário".

"É dizer o que é que estas associações todas podem, em rede, fazer em quatro anos. A que aldeias vamos, a que sítios vamos. Tudo isto tem que ser programado e feito, daí que o bloco defenda um plano integrado, essencialmente com os atores locais", disse.

No âmbito do plano proposto, Jorge Mendes disse que "não há problema nenhum" que "haja alguns eventos de qualidade, e o Teatro Municipal da Guarda faz parte de tudo isso e tem de estar integrado", mas a ideia é "trazer aquilo que é muito da cultura tradicional" e o envolvimento das associações locais, o que, em sua opinião não tem sido feito.

O BE defende ainda que as Casas de Cultura de Gonçalo e de Famalicão da Serra tenham programação cultural pois "são projetos importantíssimos" no âmbito da rede cultural do concelho.

Jorge Mendes disse ainda à Lusa que a sua candidatura propõe a criação de um Arquivo Fotográfico da Guarda, associado ao Museu.

"Nós [Guarda] temos todo um património fotográfico que está muito disperso e seria extremamente interessante reunir [esse espólio] num único espaço, porque é outra forma de mostrar o que foi a Guarda", apontou.

Segundo o candidato estes projetos atraem muitos visitantes e "era muito interessante" que a cidade tivesse uma estrutura deste tipo.

Além de Jorge Mendes, apresentam-se como candidatos à Câmara da Guarda Álvaro Amaro (PSD), Eduardo Brito (PS), Carlos Adaixo (CDS-PP/MPT/PPM) e Carlos Canhoto (CDU).

O atual executivo municipal é composto por cinco eleitos do PSD/CDS-PP e dois do PS.

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon