Está a utilizar uma versão de browser mais antiga. Utilize uma versão suportada para obter a melhor experiência possível com o MSN.

Autárquicas: Candidato do BE em Beja reivindica melhores acessibilidades

Logótipo de O Jogo O Jogo 21/09/2017 Administrator

O candidato do BE à presidência da Câmara de Beja reivindicou hoje melhores acessibilidades para o concelho e o desenvolvimento do aeroporto da cidade, que se torna "um elefante branco se ficar parado".

O concelho tem "acessibilidades péssimas para o exterior" e "é evidente que precisa" de melhores "para o seu desenvolvimento social e económico", disse José Pedro Oliveira à agência Lusa, durante uma ação de campanha para as autárquicas na estação ferroviária de Beja.

O candidato reivindicou a eletrificação de dois troços da linha ferroviária do Alentejo, o Beja/Casa Branca, que permite a ligação a Lisboa, e o Beja/Funcheira, que assegurava a ligação ao Algarve.

Devido ao troço Beja/Casa Branca não estar eletrificado, a CP acabou com as ligações diretas entre Lisboa e Beja e os passageiros viajam em Intercidades entre Lisboa e Casa Branca, onde fazem transbordo para uma automotora a "diesel", que faz o trajeto Casa Branca/Beja "em más condições", explicou.

"O serviço degradou-se e de que maneira e Beja merece ter transportes ferroviários condignos, decentes para fazerem a ligação a Lisboa", disse.

Já a eletrificação do troço Beja/Funcheira seria "essencial" porque permitiria retomar a ligação entre Beja e o Algarve por comboio e servir as concessionárias das minas de Castro Verde e Aljustrel, disse.

O candidato reivindicou a conclusão da construção da Autoestrada 26 até Beja, já que o lanço entre Santa Margarida do Sado e Beja foi cancelado, apesar de já terem sido construídas infraestruturas, e a requalificação do IP8, cujas condições têm vindo a "degradar-se".

"No centro disto tudo, aparece o aeroporto", que foi "o mais barato de todos" em Portugal, mas está "praticamente parado", disse, alertando: "Torna-se num elefante branco se ficar parado. Não pode ficar parado".

As acessibilidades rodoviárias e ferroviárias e o aeroporto "entrecruzam-se", porque "um aeroporto não pode funcionar se não tiver outras acessibilidades" e, em Beja, "adamos numa [situação de] pescadinha de rabo na boca, num círculo vicioso e viciado em que não se faz nem uma coisa nem outra", disse.

No concelho de Beja, José Pedro Oliveira defendeu a melhoria das estradas entre as freguesias rurais e a cidade e a transformação dos transportes públicos urbanos, que só servem a cidade, em municipais, para passarem a ligar as freguesias rurais à cidade.

Além de José Pedro Oliveira (BE), concorrem à Câmara de Beja João Rocha (CDU), Paulo Arsénio (PS), José Pinela Fernandes (PSD) e Luís Dargent (CDS-PP).

AdChoices
AdChoices

Mais de O Jogo

image beaconimage beaconimage beacon